0

Thiago Neves e Ganso foram desleais com Ceni e Oswaldinho

​Jogadores e técnicos vivem clima de guerra e rodada termina com quatro treinadores demitidos

27 set 2019
13h36
atualizado às 15h26
  • separator
  • 0
  • comentários

O futebol brasileiro vive à beira de um ataque de nervos. Jogadores e técnicos resolveram ultrapassar a barreira da ética e do respeito profissional no melhor estilo salve-se quem puder.

Como aceitar que um jogador como Ganso reaja da maneira que reagiu contra Oswaldo de Oliveira? Ele entregou a cabeça do treinador, que já estava por um fio, para os torcedores e foi desleal. A reação do técnico também foi desmedida, principalmente ao mostrar o dedo médio para a torcida, mas convenhamos que ninguém tem sangue de barata. Oswaldinho acabou levando a pior e foi demitido nesta sexta-feira.

Rogério Ceni pode deixar o comando do Cruzeiro
Rogério Ceni pode deixar o comando do Cruzeiro
Foto: Divulgação / Gazeta Esportiva

Um dia antes foi Rogério Ceni quem perdeu o emprego em uma passagem relâmpago pelo Cruzeiro. Depois de ver Thiago Neves criticá-lo publicamente após a eliminação na Copa do Brasil, Ceni começou a ser fritado lentamente em banho maria pela panela mineira.

O técnico recebeu apoio dos torcedores e a promessa dos dirigentes de que teria carta branca para fazer seu trabalho. Quando tomou coragem para deixar Thiago Neves no banco, o técnico foi cobrado por outros jogadores e não teve respaldo da diretoria, que preferiu demiti-lo.

As saídas de Cuca e de Zé Ricardo foram menos tumultuadas. O primeiro não conseguiu encontrar uma forma de fazer o São Paulo deslanchar no Brasileiro e pediu a conta. Já o segundo foi vítima dos resultados e também da saudade que Rogério Ceni deixou na sua passagem por lá. Ceni, aliás, deve voltar para o Fortaleza, onde era feliz e sabia.

Veja também

A fisiculturista de 75 anos que começou a levantar pesos para lidar com dor de condição crônica

 

Paradinha Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade