0

Sete gols na Alemanha e sete erros no Brasil

No Campeonato Alemão, só passa uma boiada de gols

23 mai 2020
16h18
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

No futebol que é possível praticar no momento, sem torcida e com todos os protocolos de segurança, o Bayern se manteve firme na liderança. Sim, tomou um susto depois de abrir 3 x 0, viu o rival encostar, mas despertou a tempo e saiu de campo com 5 x 2, em um jogo de sete gols.

Bayern goleou o Frankfurt e manteve a liderança (Foto: ANDREAS GEBERT/AFP)
Bayern goleou o Frankfurt e manteve a liderança (Foto: ANDREAS GEBERT/AFP)
Foto: LANCE!

Sete gols lá, sete erros por aqui. No Brasil, o Flamengo fura o isolamento praticando treinos ilegais. A Prefeitura finge que fiscaliza, mas já acena para a liberação dos treinamentos, apesar de a curva do coronavírus no Rio e no Brasil estar em ascensão. E o governador Witzel então, que quer a volta do futebol com 50 por cento de público nos estádios.

Se você contou já foram três erros. Mas é só buscar os outros no vídeo da tal reunião de Bolsonaro e seus ministros. O pior deles: em nenhum momento foi tratado de medidas para o combate ao coronavírus. O quinto: todos estavam sem máscaras. O sexto: o ministro do Meio Ambiente querendo passar a boiada, ou seja aprovando medidas contra o meio ambiente, aproveitando a “tranquilidade” do noticiário que só fala do coronavírus.

Dava pra continuar com uma lista inteira de erros, mas a ameaça democrática é a que mais assusta, com um presidente protegendo filhos de investigação, o maluco da educação querendo matar ministros do Supremo e os palavrões e as hemorróidas que mostram o nível de podridão a que chegamos. É muita insensibilidade dessa gente tosca e perigosa.

 

Veja também:

Editor do L! analisa retorno de Fred ao Fluminense
Paradinha Esportiva Paradinha Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade