0

O que fizeram com o Flamengo, com o Maraca e com o Rio?

A Cidade Maravilhosa não merece o que estão fazendo com ela

3 jul 2020
12h27
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

As imagens dos bares do Leblon lotados de pessoas sem máscara e amontoadas nas ruas são de uma tristeza profunda. Saíram pra comemorar os mais de 60 mil mortos pela pandemia? Se julgam imunes ao coronavírus? Ou são apenas egoístas, mórbidos, insanos?

Saudade do tempo em que Flamengo e Maracanã eram sinônimo de alegria
Saudade do tempo em que Flamengo e Maracanã eram sinônimo de alegria
Foto: Reprodução / Estadão Conteúdo

Que tristeza, Rio! Não é o Rio que eu me apaixonei à primeira vista, de amigos tão queridos e que sempre me recebeu de braços abertos. Esse Rio é claro que ainda existe, mas encontra-se escondido, envergonhado, em quarentena, enquanto os idiotas botam a cara pra fora.

E o Maraca que conheci em 89 e que hoje é palco de jogos fúnebres, enquanto pessoas lutam pelas vidas no hospital de campanha ao lado? É muita insensibilidade, é muita falta de amor ao próximo.

E o Flamengo? Que hoje só pensa na grana, doe a quem doer, morra quem morrer. O Flamengo de Landim, que já tinha virado refém de Bolsonaro, agora é usado até por políticos como Roberto Jefferson, que dispensa apresentações.

O Rio não merecia e não merece isso

Veja também:

Editor do L! analisa os destaques da rodada de fim de semana
Paradinha Esportiva Paradinha Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade