0

E daí que já morreram 100 mil? Vamos tocar a vida Luxa e Tiago

Vamos tentar nos safar desse problema aí do futebol mal jogado

7 ago 2020
13h20
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

 

Antes de mais nada é preciso dizer que Luxemburgo e Tiago Nunes tiveram durante a paralisação do futebol um comportamento exemplar. Luxa de forma mais expressiva, se manifestando contra a volta apressada e defendendo o isolamento. O técnico corintiano ficou calado durante o período e explicou depois que não via motivos para falar de futebol durante a pandemia.

Corinthians e Palmeiras decidem o título paulista amanhã no estádio do Verdão
Corinthians e Palmeiras decidem o título paulista amanhã no estádio do Verdão
Foto: LANCE!


Dito isso é muito triste que Corinthians e Palmeiras disputem amanhã o título paulista quando o país já terá superado a marca de 100 mil mortes e o capital paulista mais de 10 mil. Será o dérbi mais triste da história, mesmo que momentaneamente uma das torcidas fique feliz.

Mas vida que segue sendo cruel. Ficamos aqui todos muito tristes com a explosão no Líbano que já matou mais de 150 pessoas. E que bom que o presidente rapidamente se solidarizou com os irmãos libaneses.

Aqui no Brasil, no entanto, normalizamos as mil mortes diárias que nos mantém em uma estabilidade trágica. E qual a palavra de consolo do presidente Bolsonaro sobre os 100 mil brasileiros que perderam a vida: “lamentamos, mas vamos tocar a vida e tentar nos safar desse problema aí”.

O pior ele já fez, ignorando a pandemia desde o início, chamando de gripezinha e se posicionando contra o isolamento. Ah sim ele fez propaganda da cloroquina também, cuja ineficácia foi comprovada cientificamente.

Que tristeza, Brasil! Mas como o presidente pediu tanto pela volta do futebol: “vamos tentar nos safar desse problema aí do futebol mal jogado, tá ok, Luxemburgo e Tiago Nunes?”.

 

Veja também:

Coluna de Vídeo: O Terrorismo Esportivo precisa ser combatido
Paradinha Esportiva Paradinha Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade