0

Corinthians vira time pequeno e celebra fuga do rebaixamento

No dia em que viveu o “Dia do Fico” no Timão, Carille diz que time perdeu concentração depois de atingir os 45 pontos na tabela

1 nov 2019
13h27
  • separator
  • 0
  • comentários

Parece mentira, mas não é. Na coletiva em que garantiu ter clima para continuar à frente do Timão, Fábio Carille soltou uma pérola. Disse que foi nítida a falta de concentração dos jogadores depois que o time atingiu os 45 pontos na tabela. Sim, é isso mesmo. Os 45 pontos são uma espécie de número mágico para quem não quer correr risco de ser rebaixado. Veja abaixo a declaração do técnico corintiano.

O treinador do Corinthians, Fábio Carille
O treinador do Corinthians, Fábio Carille
Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians / Goal

“O que a gente percebe e bate muito com o que o Andrés (Sanchez, presidente) falou é que, tipo, o ano já acabou. Isso tem um por quê. É campeão paulista, sai na Copa do Brasil para o Flamengo, time que está jogando melhor, chega na semifinal da Sul-Americana. Depois que atingimos 45 pontos, chamou atenção a concentração dos atletas. Chamei atenção deles. Definiu o ano. Isso está sendo um desafio para mim, motivar os jogadores e fazê-los entender que tem que estar bem sempre e temos nove jogos agora. O nível de atenção &ea cute; nítido que caiu depois que a gente atingiu uma pontuação.”

Pois é Fiel, esqueça a briga por uma vaga na Libertadores. Para os jogadores, seguir na elite do Brasileirão já é o suficiente para terminar a temporada no lucro. É inacreditável que segundo o treinador ele tenha que motivar os comandados para que eles não percam o nível de atenção, achando que o ano já acabou.

Há no entanto um pequeno detalhe. O Corinthians só atingiu os 45 pontos quando empatou com o Santos por 1 x 1, no sábado. Como explicar então os cinco jogos anteriores sem vitória? É uma campanha assustadora: três derrotas nos últimos sete jogos. Antes, com todos os problemas e críticas ao fraco desempenho, o Timão tinha apenas três derrotas, em 22 jogos.

Tomara que Fábio Carille esteja certo e que haja clima para que ele possa mesmo continuar. Mas se os jogadores pensam que cumpriram a missão ao atingirem os 45 pontos não entenderam a grandeza do Corinthians.

Veja também:

 

Paradinha Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade