1 evento ao vivo
Logo do Seleção Argentina
Foto: terra

Seleção Argentina

Argentina faz Messi parecer um jogador comum

Vitória da Venezuela por 3 x 1, em Madri, expõe fragilidade do time argentino e deixa craque órfão

22 mar 2019
20h03
atualizado às 20h28
  • separator
  • comentários

Messi voltou a jogar pela Argentina, nove meses depois da eliminação para a França na Copa do Mundo. Novos jogadores, técnico interino, mas uma coisa não mudou: a solidão do craque dentro de campo.

Contra a Venezuela, Messi tentou de tudo: as arrancadas, os chutes bem colocados, os passes perfeitos, mas quando percebeu a fragilidade dos companheiros de Seleção foi cansando e se entregando pouco a pouco. E o rei de Barcelona viveu um dia de plebeu em Madri, ouvindo a torcida venezuelana gritar olé nos momentos finais da partida.

Messi no amistoso da Argentina contra a Venezuela
Messi no amistoso da Argentina contra a Venezuela
Foto: Juan Medina / Reuters

Sim, foi ele que começou a jogada que terminou no gol de Lautaro Martínez quando os venezuelanos já venciam por dois a zero, com um gol de Rondon e um golaço de Murillo.

Mas um Messi só, por maior que seja, não faz verão nesse time da Argentina. A sempre perigosa e bem armada Venezuela ainda marcou o terceiro com Josef Martínez, que sofreu e bateu o pênalti, com direito a um salto antes da cobrança.

Também quem mandou a AFA escolher um adversário tão forte para essa atual Argentina. O Panamá estava aí dando a maior sopa.

Veja também:

 

Paradinha Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade