PUBLICIDADE

Para Milton Neves, realizar a Copa do Mundo de dois em dois anos 'será tiro no pé': 'Acaba a magia'

Jornalista acredita que possível alteração nas datas da Copa do Mundo, estudada pela Fifa, acabaria com encantamento do evento, realizado a cada quatro anos

17 out 2021 13h36
ver comentários
Publicidade

O apresentador da Band Milton Neves opinou sobre a possível mudança para as próximas Copas do Mundo. Após a informação de que a Fifa estuda tornar a competição um evento de dois em dois anos, o comunicador avalia que alteração "acabaria com a magia da Copa do Mundo" e que seria um tiro no pé da entidade internacional.

Milton Neves é apresentador do programa da Band 'Terceiro Tempo' (Reprodução/Band)
Milton Neves é apresentador do programa da Band 'Terceiro Tempo' (Reprodução/Band)
Foto: Lance!

- Para mim, a Fifa está é com inveja da Champions League, que acontece todo ano, com extremo sucesso, e rendendo cada vez mais dinheiro aos cofres da Uefa. Mas, olha, acredito que, se essa possibilidade vingar, a entidade máxima do futebol tem tudo para dar enorme tiro no pé. Sim, porque a grande graça da Copa do Mundo é que ela é rara! - iniciou ele, em seu blog no Uol, que seguiu:

- Quando começa o Mundial, sabemos que temos que aproveitar todos os jogos o máximo, pois demoraremos a ver a disputa outra vez. Se o torneio passar a acontecer de dois em dois anos, vai virar carne de vaca.

Desde o início da Copa do Mundo, em 1930, a competição ocorre de quatro em quatro anos. As únicas exceções aconteceram durante a Segunda Guerra Mundial, antes de 1950. Maior campeão do evento, a Seleção Brasileira venceu em cinco edições: 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002. A próxima oportunidade será no Qatar, em 2022. Qualquer só acontecerá a partir de 2030.

Lance!
Publicidade
Publicidade