PUBLICIDADE

Thiago Galhardo e Edenílson entregaram o ouro ao bandido

Com atuação desastrosa, dupla comprometeu o Internacional na Libertadores

23 jul 2021 08h02
| atualizado às 08h17
ver comentários
Publicidade

Uma atuação abaixo da crítica de Thiago Galhardo e outra muito ruim de Edenílson impediram o Internacional de avançar de fase na Libertadores. O time parou nas oitavas de final ao empatar com o Olímpia (0 a 0), na noite dessa quinta (22), em Porto Alegre, e perder por 5 a 4 na disputa de pênaltis.

Na semana passada, o resultado tinha sido o mesmo em Assunção, no Paraguai. Agora, no jogo de volta, o Beira-Rio foi palco de algo fora do comum. O Inter dominou a partida o tempo inteiro, criou inúmeras chances de gol e desperdiçou todas – a maioria delas nos pés de Thiago Galhardo. Ele esteve irreconhecível.

Thiago Galhardo, na foto em jogo do Brasileiro de 2019, foi uma decepção na Libertadores, em confronto com o Olímpia
(Foto: Divulgação/Internacional)
Thiago Galhardo, na foto em jogo do Brasileiro de 2019, foi uma decepção na Libertadores, em confronto com o Olímpia (Foto: Divulgação/Internacional)
Foto: Gazeta Esportiva

Fechou com chave de lata seu desempenho ao ser o único a perder um pênalti nas cobranças após o tempo normal. Isolou a bola por cima do travessão. 

Antes, nos 90 minutos, Galhardo se viu cara a cara com o goleiro adversário por quatro vezes. Não fez o que o atacante tem de fazer nessas situações, ainda mais quando se trata de jogo decisivo. A cada erro, demonstrava mais intranquilidade e passava isso para seus companheiros.

Edenílson acabou contagiado por essa onda de negativismo. Produzia muito pouco e achou que poderia resolver tudo ao pegar a bola nas mãos quando o árbitro marcou um pênalti para o Inter aos 20 minutos do segundo tempo. Deixou claro que a cobrança seria feita por ele, que até tem um retrospecto muito bom nesse quesito.

Mas Edenílson fez firula na hora de bater o pênalti e possibilitou a defesa do goleiro do Olímpia. Esse lance, convertido, definiria a classificação do Internacional. Sem Copa do Brasil e sem Libertadores, resta o Brasileiro para o clube gaúcho. Competição em que vai muito mal, ocupa a 13ª posição. Já o Olímpia enfrentará o Flamengo na sequência do torneio continental.

Papo de Arena Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. 
Publicidade
Publicidade