PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Favoritar Time

Última final do Palmeiras na Copinha teve Love em campo e revés contra time de Richarlyson

25 jan 2022 04h14
| atualizado às 04h14
ver comentários
Publicidade

O Palmeiras entra em campo nesta terça-feira, diante do Santos, em busca do título inédito da Copa São Paulo de Futebol Júnior. A última vez em que o Verdão esteve na final da competição, em 2003, teve o então jovem Vágner Love em campo e derrota para o Santo André de Richarylson, que fez sucesso no São Paulo mais tarde.

Jogando em São José dos Campos, o Palestra liderou o grupo A, com duas vitórias (4 a 2 sobre o Cachoeiro-ES e 6 a 1 diante do Joseense) e um empate (3 a 3 contra o Bahia).

Nas oitavas de final, passou pelo Taubaté nos pênaltis após 1 a 1 no tempo normal. Na fase seguinte, bateu o Vitória por 3 a 2 e, na semifinal, goleou a Inter de Limeira por 7 a 1. Na finalíssima, o Alviverde acabou derrotado, nas penalidades máximas, para o Santo André. O Ramalhão, que contava com Richarlyson, eliminou gigantes no mata-mata: Botafogo, Cruzeiro e Vasco.

A final, como de costume, foi disputada em 25 de janeiro, no Pacaembu. A bola rolou às 11h00 e, aos 45 minutos, Fábio abriu o placar para o Palmeiras. Eleito melhor jogador do torneio e promovido aos profissionais ainda em 2003, Vágner Love aumentou a vantagem já aos 25 do segundo tempo.

Apesar da inferioridade no marcador, o Santo André reagiu e, três minutos depois, diminuiu com Tássio. Já Denni, após pênalti, garantiu o 2 a 2 aos 44. Nas penalidades, o Ramalhão levou a melhor e confirmou o título após vantagem de 5 a 3.

Denni, Alex, Rodrigo Sá, Regivan e Nunes converteram suas cobranças. Já pelo lado do Palmeiras, Vinícius errou a primeira tentativa, enquanto Paulo Renato, Júlio Cesar e Thiago balançaram as redes.

Confira as escalações da final de 2003:

Palmeiras: Deola; Paulo Renato (William), Daniel, Tiago e Diego Souza; Alceu, Fabio Francez (Juliano), Júlio César e Leandro (Vinícius); Vágner e Edmílson. Técnico: Karmino Colombini.

Santo André: Júnior; Ronaldo (Ramalho), Alex, Gabriel e Richarlyson (Regivan); Rodrigo Sá, Dodô (Rafael), Denni e Tássio; Fábio Reis e Nunes. Técnico: Rotta.

Primeira final

Além de 2003, o Palmeiras também alcançou a decisão da Copinha de 1970. A competição, na época, era bastante diferente da atual: apenas em sua segunda edição, contou com outros três times paulistas: Corinthians, Juventus e Santos.

Na semifinal, em 24 de janeiro, o Verdão bateu o clube da Mooca por 3 a 1. Já no dia seguinte, também no Centro Esportivo Vicente Ítalo Feola, perdeu para o Corinthians por 4 a 2. O Timão já havia levantado o troféu em 1969 após superar o Nacional-SP.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade