0

Scarpa afirma que campo sintético pode dificultar jogo para adversários do Palmeiras

Por estarem mais adaptados ao piso, jogadores do Palmeiras apostam que time terá condições de conseguir boas atuações

13 fev 2020
04h40
atualizado às 04h40
  • separator
  • 0
  • comentários

Os jogadores do Palmeiras elogiaram nesta quarta-feira o novo gramado sintético do Allianz Parque. Depois do primeiro treino no estádio desde a instalação do piso, os atletas disseram que o campo é melhor que o anterior e apostam que a novidade deve representar uma vantagem para a equipe, pois os adversários vão levar um tempo para se acostumar com as características do piso.

Para o meia Gustavo Scarpa, o time poderá dar trabalho aos visitantes por já ter mais conhecimento sobre o novo piso. "Precisamos fazer valer a inexperiência dos adversários no nosso campo e procurar o resultado logo no começo do jogo. Porque no segundo tempo geralmente a equipe acaba se adaptando. Temos de tirar o máximo de vantagem em cima disso", afirmou em entrevista à TV Palmeiras.

O jogador explicou que o gramado em melhores condições vai beneficiar o futebol da equipe. "A qualidade da grama é excelente. Esperamos que isso venha nos ajudar. Precisamos treinar algumas vezes antes de disputar uma partida aqui, mas fará muito bem para a nossa equipe. Estádio lotado já ajuda. Um campo extremamente qualificado ajuda mais", explicou.

Segundo o meia Bruno Henrique, o elenco todo aprovou o piso sintético. "O primeiro contato com o gramado nos deixou muito contentes. O antigo gramado, às vezes, era um pouco irregular, não mantinha um padrão. Agora, será um benefício muito bacana. Tem o processo de adaptação, mas tenho certeza de que será bem rápido", disse o jogador.

O meia Raphael Veiga defendeu em 2018 o Athletico-PR, clube que também conta com um gramado sintético no estádio. Na opinião dele, a troca também vai beneficiar a equipe alviverde. "É um gramado regular. Independentemente do momento do jogo, será sempre esse gramado, sem problema de buraco ou mudança se chover. Sofríamos um pouco com o antigo gramado, até pelos shows também", comentou.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade