0
Logo do Palmeiras
Foto: terra

Palmeiras

Roger elogia Lucas Lima, aprova Palmeiras, mas diz esperar mais do time

Treinador nega que equipe tenha tirado o pé e cedido empate ao Santos por relaxamento

20 jul 2018
07h11
  • separator
  • comentários

O técnico Roger Machado gostou do que viu no Palmeiras contra o Santos, apesar do empate em 1 a 1 no clássico disputado na quinta-feira, no Pacaembu, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Aproveitou ainda para fazer um elogio específico ao meia Lucas Lima, autor do gol, e negou que sua equipe tenha tirado o pé, o que explicaria a reação santista.

"Não concordo que foi relaxamento natural (que causou o empate). Afirmo que os adversários querem tirar a diferença no placar. Temos de analisar, obviamente, com os dados, mas o adversário vem mais para cima. Aí temos de ter capacidade de definir a partida. Não há relaxamento", reiterou o treinador, que, no geral, gostou da apresentação palmeirense.

"Gostei do desempenho, mas a gente sempre espera mais. A gente quer sempre que a produtividade seja traduzida em gols, em vantagem, em conseguir sustentar o placar. Houve um jogo de muita alternância, cada time com sua característica", analisou.

O Palmeiras abriu o placar logo aos 6 minutos, em gol marcado por Lucas Lima. Na véspera do jogo, Roger havia dito que esperava ver o camisa 20 atuando justamente em partes do campo "de decisão". Foi o que se viu em parte do clássico, com o meia chegando diversas vezes à área santista para finalizar ou dar o passe - o gol perdido por Hyoran, no fim do primeiro tempo, nasceu de uma assistência de Lucas Lima já dentro da grande área adversária.

"O Lucas fez um baita de um jogo, correu muito, deu ritmo ao time, pisou na área, e fez o que a gente sempre cobra do Lucas, ações em alta intensidade. O Lucas que a gente queria ver. Ele agora está suspenso, mas a gente quer ver o Lucas em alto nível, entre os 11 iniciais ou não, queremos ele assim", completou.

O armador palmeirense não poderá enfrentar o Atlético-MG, domingo, às 16h, no Allianz Parque, porque recebeu o terceiro amarelo contra o Santos e terá de cumprir suspensão automática. Por outro lado, o time contará com os retornos de Jailson, Moisés e Dudu, que não jogaram o clássico justamente porque estavam suspensos. O Palmeiras é o sétimo na tabela, com 20 pontos, a sete do líder Flamengo.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade