PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Raphael Veiga avalia que Palmeiras não fez 'jogo tão bom', mas valoriza vitória

Meia fez a jogada do único gol palmeirense na partida e garantiu a nona vitória seguida para o alviverde na temporada

24 jul 2021 23h28
ver comentários
Publicidade

O Palmeiras sofreu para vencer o Fluminense por 1 a 0 neste sábado, no Allianz Parque, mas um pouco de sofrimento não chega a ser grande problema para um time que alcançou a nona vitória seguida na temporada, sete delas no Brasileirão. A atuação, segundo o meia Raphael Veiga, não foi das melhores, o que não impediu que ele valorizasse bastante o resultado, que mantém o time tranquilo na liderança, com 31 pontos.

"O Campeonato Brasileiro é difícil, a equipe do Fluminense é bem treinada, fez bons jogos este ano, tem um grande treinador. A gente sabia que ia ter que sofrer um pouco. Não fizemos um jogo tão bom como vínhamos fazendo, mas temos que valorizar as vitórias que a gente está conseguindo. No Campeonato Brasileiro é muito importante ganhar", comentou o palmeirense.

Vivendo uma sequência bastante intensa de partidas, o Palmeiras veio de um jogo decisivo pela Copa Libertadores na quarta-feira, quando venceu a Universidad Católica por 1 a 0, e superou o desgaste para conquistar mais três pontos no Campeonato Brasileiro. Titular absoluto, Veiga mostrou ter sentido um pouco o cansaço, tanto que não funcionou muito bem no primeiro tempo. Ainda assim, fez a jogada que originou o gol contra de Manoel na etapa final.

"Tem um cansaço, sim, acumulado. São muitos jogos, viagens. Eu faço de tudo para sempre estar bem e me recuperar, me alimentar, dormir. A gente sabe que tem hora que a perna pesa, o corpo cansa. Mas não é desculpa para nada, eu estou sempre aqui para ajudar", avaliou o meio-campista.

Fora da Copa do Brasil, o Palmeiras terá mais tempo para descansar, sem jogo durante a semana até o próximo confronto do Brasileiro, no sábado que vem, quando enfrenta o São Paulo no Morumbi, pela 14ª rodada. O encontro é um aquecimento para os dois Choques-Reis que serão disputados pelas quartas de final da Libertadores, nos dias 10 e 17 de agosto.

Estadão
Publicidade
Publicidade