3 eventos ao vivo

Por título, Palmeiras terá de melhorar contra piores times

Líder do Brasileiro encara nas rodadas finais adversários da parte de baixo da tabela de classificação

20 nov 2018
05h11
atualizado às 11h21
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

As próximas rodadas do Campeonato Brasileiro prometem ser de angústia para o Palmeiras. Além da ansiedade pelo título nacional, o time concilia o otimismo de ter pela frente adversários que estão na zona de rebaixamento com a desconfiança de ter perdido vários pontos para clubes que habitam as últimas posições da tabela.

A equipe pode ser campeã nesta quarta-feira se ganhar do América-MG e contar com a combinação de alguns resultados nesta 36.ª rodada. Inter e Flamengo não podem vencer, respectivamente, o Atlético-MG e o Grêmio.

Luiz Felipe Scolari, técnico do Palmeiras, durante treino na Academia de Futebol da Barra Funda, Zona Oeste da capital paulista
Luiz Felipe Scolari, técnico do Palmeiras, durante treino na Academia de Futebol da Barra Funda, Zona Oeste da capital paulista
Foto: Djalma Vassão / Gazeta Press

Dos quatro ocupantes atuais da zona de descenso, para três o Palmeiras perdeu pontos. O último tropeço ocorreu domingo, para o já rebaixado Paraná. Os outros vacilos foram no primeiro turno, com dois empates sem gols. Um deles com a Chapecoense, em casa, e o outro diante do América-MG, adversário desta quarta-feira no Allianz Parque. O duelo em agosto, em Belo Horizonte, teve até pênalti perdido pelo lateral Jean.

A única derrota do Palmeiras como mandante neste Brasileiro foi para um time de campanha ruim. O Sport, atualmente um ponto acima da zona de rebaixamento, ganhou em maio no Allianz por 3 a 2. Em junho, a equipe comandada por Roger Machado vacilou diante do então lanterna da competição, o Ceará, ao não aproveitar o mau momento do rival e ficar no empate por 2 a 2 em Fortaleza.

"Faltam três jogos e somos líderes. Temos de focar na reta final para não cometer os mesmos erros", disse o meia Bruno Henrique sobre o jogo com o Paraná, em Londrina, domingo. "Não temos de arrumar desculpa. Queríamos ter vencido. Viemos para brigar para vencer e sabíamos que podíamos dar um passo grande para o título", completou.

No ano passado, o Palmeiras terminou como vice-campeão e também lamentou pontos perdidos para times da parte de baixo da tabela. Os rebaixados Avaí e Coritiba, por exemplo, levaram a melhor, assim como o Vitória, que escapou da queda na última rodada. Felipão tem como uma de suas preocupações a ansiedade do elenco. "Temos de administrar para isso não influenciar em campo", disse o treinador.

Veja também

Veja quem são os artilheiros da Série A em 2018

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade