PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Palmeiras sofre menos gols com Felipe Melo, mas piora ofensivamente; veja números

Na Era Abel Ferreira, Verdão apresenta diferenças nas estatísticas quando o volante é escalado entre os titulares

8 jun 2021 08h32
| atualizado às 08h32
ver comentários
Publicidade

Felipe Melo entrou em campo pelo Palmeiras em 29 oportunidades desde a chegada de Abel Ferreira ao clube (21 delas entre os 11 iniciais), sendo inclusive capitão da equipe em diversas oportunidades. Com o volante, o Verdão mostra maior solidez defensiva e sofre menos gols, entretanto, cria menos chances e marca menos gols.

Felipe Melo costuma ser o capitão do Palmeiras enquanto está em campo (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Felipe Melo costuma ser o capitão do Palmeiras enquanto está em campo (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Foto: Lance!

Nas 21 partidas em que o capitão alviverde foi titular, o Palmeiras sofreu 15 gols, o que configura uma média de 0,71 gol por partida. No ataque, o Verdão balançou as redes 22 vezes, com média de 1,05 gol por jogo. O desempenho foi de dez vitórias, sete empates e quatro derrotas, somando um aproveitamento é de 58,73% dos pontos disputados.

Das 43 partidas em que o volante não foi titular ou nem mesmo chegou a ser relacionado para o banco de reservas, a média de gols sofridos aumentou para 0,84 por jogo (36 gols). Contudo, o ataque praticamente dobrou seu desempenho, alcançando a média de 1,91 gol marcado por jogo (82 gols no total). Quanto ao aproveitamento, estão registradas 24 vitórias, 11 derrotas e oito empates, totalizando 62,06%.

Além dos gols marcados e sofridos, outras estatísticas chamam a atenção. Com outros atletas atuando na posição como titular, o Alviverde finaliza mais vezes por jogo (13,67), mantém a posse da bola por mais tempo (51,91%) e troca mais passes (424,70). Com Felipe Melo iniciando na escalação, entretanto, as estatísticas são: 11,71 finalizações pró (1,96 a menos), 48,52% de posse de bola (3,39% inferior) e 396,71 passes por jogo (28 passes a menos).

Outro número que se destaca especialmente é a quantidade de finalizações sofridas. São 11,51 por jogo sem o capitão entre os titulares e 12,52 com ele. Ou seja, ainda que sofra menos gols, a equipe cede mais chutes ao time adversário quando o camisa 30 está presente na escalação inicial.

Desde 2017 no Palmeiras, Felipe Melo entrou em campo em 197 oportunidades e marcou 12 gols. Durante as quase cinco temporadas que esteve em São Paulo, conquistou quatro títulos: Campeonato Brasileiro(2018), Paulistão (2020), Libertadores (2020) e Copa do Brasil (2020).

Confira as estatísticas completas do Palmeiras com e sem Felipe Melo entre os titulares desde a chegada de Abel Ferreira

Sem Felipe Melo titular

-> Gols pró - 1,91

-> Gols contra - 0,84

-> Passes - 424,70

-> Finalizações pró - 13,67

-> Finalizações Contra - 11,51

-> Posse - 51,91%

-> Aproveitamento - 62,02%

Com Felipe Melo titular

-> Gols pró - 1,05

-> Gols contra - 0,71

-> Passes - 396,71

-> Finalizações pró - 11,71

-> Finalizações Contra - 12,52

-> Posse - 48,52%

-> Aproveitamento 58,73%

Lance!
Publicidade
Publicidade