PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Oswaldo tem Japão como meta, mas time pede permanência

26 fev 2015 16h11
| atualizado às 16h35
ver comentários
Publicidade
<p>Treinador passou anos treinando clubes do país asiático</p>
Treinador passou anos treinando clubes do país asiático
Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press

Com passagem destacada durante cinco temporadas pelo Kashima Antlers, Oswaldo de Oliveira é um dos nomes cotados para assumir a seleção japonesa e admitiu essa possibilidade como meta na carreira. Mas os jogadores do Palmeiras já se antecipam no pedido pela permanência do técnico.

"Espero que ele não vá, né? Está no começo de um trabalho aqui ainda, tem muito a ensinar para nós ainda, é um grande treinador", comentou Dudu, ao ser questionado sobre o assunto durante entrevista coletiva na rede de lojas oficiais do clube.

"Se ele escolher ir, com certeza fará um bom trabalho porque é um excelente profissional. Mas espero que não vá e nos ajude na caminhada neste ano", prosseguiu o atacante, que só começou a trabalhar com o treinador neste ano, quando ambos chegaram ao time.

Dudu diz estar ansioso com volta de Valdivia ao Palmeiras:

A possibilidade de Oswaldo de Oliveira chegar à seleção japonesa é tão grande que diversos veículos de imprensa do país asiático já estiveram na Academia de Futebol para entrevistá-lo. O brasileiro estaria concorrendo com os compatriotas Leonardo e Luiz Felipe Scolari e o dinamarquês Michael Laudrup. O atual técnico do clube alviverde gostaria de receber o convite.

"A Federação Japonesa não me procurou, não falaram nada. Em 2010, quando eu trabalhava lá, davam como certo o convite e realmente fiquei muito animado. Quando não aconteceu, fiquei muito decepcionado. Agora estou na minha, mas é um objetivo. Penso, sim, em dirigir uma seleção um dia, e a japonesa seria excelente, é inegável. Só não posso nem pensar nisso agora. Não é uma coisa concreta", disse Oswaldo ao jornal Lance!.

Pelo Kashima Antlers, time que comandou entre 2007 e 2011, o técnico conquistou os Campeonatos Japoneses de 2007, 2008 e 2009, as Copas do Imperador de 2007 e 2010, as Supercopas Japonesas de 2009 e 2010 e a Copa da Liga Japonesa de 2011. Por isso, pode assumir o cargo deixado pelo mexicano Javier Aguirre, que deixou a seleção após atuação frustrante na Copa da Ásia e problemas na Justiça espanhola.

Dudu minimiza pênalti perdido: "um dos melhores errou também":
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade