1 evento ao vivo

Mattos aciona na Justiça membro da Mancha Verde por acusações de roubo e intimidação a sua mulher

Organizada do Palmeiras divulga nota acusando dirigente de falcatruas e manda flores em sua casa

16 out 2019
06h53
atualizado às 09h28
  • separator
  • 0
  • comentários

O diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, acionou na Justiça André Guerra, diretor da torcida organizada Mancha Verde. O dirigente palmeirense pede explicações para as acusações feitas pelos torcedores do clube e também por eles terem intimidade sua mulher. De acordo com Mattos, um buquê de flores foi enviado para sua companheira na residência onde moram. No buquê havia um cartão com os dizeres: "Minha Vida, com amor", e com as iniciais da Mancha Verde. A informação foi divulgada pelo UOL e confirmada pelo Estado.

Alexandre Mattos sofre pressão faz alguns meses, desde a eliminação do Palmeiras da Libertadores. Manifestantes da torcida organizada já fizeram protestos em frente da sua casa. Faixas nessas manifestações contra o dirigente e gritos por sua saída do clube são frequentes no estádio.

Mattos quer que Guerra explique o motivo do envio do "presente" e também as acusações feitas em uma nota divulgada pelas redes sociais do clube, em que a organizada diz, dentre outras coisas, que o dirigente estava "roubando" o Palmeiras e fazia relações que davam a entender supostas irregularidades financeiras na compra e venda de jogadores.

Por enquanto, Alexandre Mattos não vai processar a organizada do Palmeiras nem algum membros da torcida. O pedido na Justiça é por explicações e, a partir daí, seus advogados vão decidir que caminho tomar na ação. O fato é que a polêmica só aumenta a pressão em cima do dirigente.

Sábado, o Blog do Perrone publicou informação de que Mattos aluga dois apartamentos para membros da comissão técnica do Palmeiras e que eles tiveram um aumento no auxílio-moradia a pedido do próprio dirigente. Após o jogo com o Botafogo, o presidente do clube, Mauricio Galiotte, assegurou que não vê problema algum no caso, já que é algo pessoal e não interfere na gestão do Palmeiras. Galiotte diz que confia totalmente no trabalho de Mattos.

Mattos foi no domingo para a Holanda, onde está com uma comitiva para conhecer uma fábrica de grama sintética. A ideia é tentar trazer a novidade para o Allianz Parque. O dirigente aida não se pronunciou.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade