6 eventos ao vivo

Luxa elogia Willian e Gabriel Menino e explica mudanças

Treinador também lamenta a ausência de Bruno Henrique, substituído aos três minutos do primeiro tempo

18 jan 2020
20h07
atualizado às 20h48
  • separator
  • 0
  • comentários

O técnico Vanderlei Luxemburgo elogiou a atuação do atacante Willian na vitória por 2 a 1, sobre o New York City, pela segunda e última rodada do Torneio da Flórida, nos Estados Unidos, onde o elenco do Palmeiras realiza pré-temporada.

Willian Bigode comemora gol pelo Palmeiras contra o New York City, pelo torneio da Flórida
Willian Bigode comemora gol pelo Palmeiras contra o New York City, pelo torneio da Flórida
Foto: GLEDSTON TAVARES/FRAMEPHOTO / Estadão Conteúdo

Willian entrou no intervalo da partida, quando o Palmeiras perdia por 1 a 0, participou do primeiro gol de Lucas Lima, enganando o goleiro no cruzamento, e marcou o segundo gol, após assistência de Zé Rafael.

"O Willian é um jogador fantástico, além de ser excelente ser humano. Está dentro do contexto nosso. Quando precisar de um atacante mais solto, girando mais, vou colocar. Ele gira mais do que o Luiz Adriano. Posso jogar com os dois. É extremamente importante contarmos com ele na temporada", disse Luxemburgo.

O treinador ainda explicou as alterações que fez no início da partida em relação ao empate (e vitória nos pênaltis) com o Atlético Nacional, da Colômbia, na primeira rodada. Victor Luis ganhou uma chance na lateral esquerda na vaga de Diogo Barbosa; no meio-campo, Gabriel Menino entrou no lugar de Patrick de Paula e recebeu elogios do treinador.

"O Diogo é um jogador mais ofensivo, mas mais vulnerável na marcação, mas também jogou contra uma equipe mais forte. O Victor Luis marca mais. Vai depender muito de uma linha de quatro. Se vou colocá-la mais forte defensivamente ou expor um pouco mais", explicou a primeira alteração.

"O Gabriel eu botei porque no segundo tempo (contra o Atlético) foi o jogador que mais se destacou. O Patrick ficou um pouco mais inibido, ele mais solto. É um jogador importante. Não conhecia o Gabriel de perto e vi hoje que ele tem potencial para evoluir. Jogador de dinâmica, vai bem à frente, finaliza bem. É um jogador interessante".

Por fim, o treinador lamentou a ausência do volante Bruno Henrique, que deixou a partida aos três minutos do primeiro tempo, após sentir um desconforto na região da virilha. "Pena que o Bruno (Henrique) saiu do jogo, daí coloquei o Ramires para dar mais ritmo e tempo de jogo para ele", comentou o treinador do Palmeiras.

Veja também:

Relembre 20 grandes jogadores revelados pela Copa São Paulo

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade