0

Espinhoso: relembre a campanha do Palmeiras até a final

Irregular, o Palmeiras chega à Final com classificações marcadas por jogos difíceis

2 dez 2015
13h36
  • separator
  • 0
  • comentários

Recordista de contratações no começo do ano, o Palmeiras demorou para encontrar entrosamento entre seus reforços e, mesmo assim, chegou tanto na final do Paulista, vencida pelo Santos, quanto na Copa do Brasil. A instabilidade marcou o ano alviverde, que teve uma boa arrancada no Brasileiro, mas não conseguiu se manter na briga pelo G4.

Derrotado no primeiro jogo, o Palmeiras chega à decisão em casa com a missão de marcar dois gols para erguer a taça da Copa do Brasil. A vitória por um gol de diferencia leva a decisão para os pênaltis. O desafio da noite desta quarta (2) é mais um capítulo de uma campanha marcada por atuações irrgulares e classificações difíceis. Relembre a campanha alviverde até a decisão da Copa do Brasil:

O primeiro desafio do Palmeiras foi contra o Vitória na Conquista, na Bahia. Os quatro gols que garantiram a classificação e eliminação de um segundo jogo vieram apenas no segundo tempo com Cristaldo, Allione, Robinho e Dudu.

Allione marcou um dos quatro gols do Palmeiras na estreia da competição
Allione marcou um dos quatro gols do Palmeiras na estreia da competição
Foto: Elieze Oliveira / Futura Press

Na segunda fase o time paulista encontrou o Sampaio Correia, que também esteve no caminho alviverde na edição do ano passado. O time reserva ficou no empate em São Luís, mas coube aos titulares a missão de classificar o time no Allianz Parque. Vitor Hugo, Zé Roberto, Cristaldo e Kelvin foram os responsáveis pela goleada de 5 a 1 aplicada nos maranhenses.

Vitor Hugo marcou um dos cinco gols na goleada em cima do Sampaio Correia
Vitor Hugo marcou um dos cinco gols na goleada em cima do Sampaio Correia
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

Na terceira fase, o Palmeiras deixou o gramado vaiado após em empate sem gols de um velho conhecido da torcida, o ASA de Arapiraca. O jogo de volta, que o clube alagoano mandou em Londrina, também foi marcado pela atuação ruim dos dois times, mas a vitória veio através de Gabriel Jesus, que marcou seu primeiro como jogador profissional.

Gabriel Jesus marcou seu primeiro gol como profissional na vitória contra o ASA
Gabriel Jesus marcou seu primeiro gol como profissional na vitória contra o ASA
Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras / Divulgação

Nas oitavas de final, o Palmeiras enfrentou o ex-time do técnico Marcelo Oliveira: o Cruzeiro. No primeiro jogo, o alviverde venceu a equipe mineira com gols de Cleiton xavier e Rafael Marques. Gabriel Jesus deu o presente de aniversário  nos 101 anos do clube e comandou o passeio palmeirense no Mineirão, fazendo dois gols no começo da partida, vencida por 3 a 2.

Gabriel Jesus foi decisivo na classificação em cima do Cruzeiro
Gabriel Jesus foi decisivo na classificação em cima do Cruzeiro
Foto: Thomas Santos / AGIF

O Internacional foi o desafio da fase seguinte. No Beira-Rio, o Palmeiras perdeu um pênalti com Barrios, mas conseguiu reagir e empatar a partida com Rafael Marques. Em casa, mais dificuldade. O alviverde abriu o placar com Vitor Hugo e Zé Roberto. O Inter, que precisava de um empate para avançar, alcançou o resultado com Anderson e Lisandro López. Porém, a classificação colorada durou apenas um minuto. No minuto seguinte Andrei Girotto marcou para o Palmeiras e colocou o time na semifinal. 

Andrei Girotto desempatou a favor do Palmeiras, um minuto após o gol do Inter
Andrei Girotto desempatou a favor do Palmeiras, um minuto após o gol do Inter
Foto: Daniel Vorley/Agif / Gazeta Press

Um gol marcado por Zé Roberto, após pênalti polémico, deixou o Palmeiras vivo após tomar dois gols do Fluminense no Maracanã. No jogo de volta, Barrios colocou o alviverde em vantagem logo no primeiro tempo, mas o gol de Fred obrigou a partida a ser decidida nas penalidades.Prass, que já tinha feito uma grande defesa no tempo normal, pegou o pênalti de Gustavo Scarpa. Palmeiras conseguiu converter todos pênaltis, mas foi o chute mandado para cima do gol por Gum que sacramentou a ida palmeirense à final.

Prass foi decisivo na partida que garantiu a vaga do Palmeiras na final
Prass foi decisivo na partida que garantiu a vaga do Palmeiras na final
Foto: Daniel Vorley/Agif / Gazeta Press
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade