0

FPF define grupos do Paulista, confirma VAR e veta mando invertido

23 out 2018
13h01
atualizado às 19h01
  • separator
  • comentários

A Federação Paulista de Futebol (FPF) sorteou na tarde desta terça-feira os grupos do Campeonato Paulista de 2019, que será disputado de 20 de janeiro a 21 de abril. O evento, realizado na sede da entidade, em São Paulo, contou com representantes da maioria dos clubes participantes do torneio.

Atual bicampeão estadual, o Corinthians caiu no Grupo C, composto também por Mirassol, Ferroviária e Bragantino. Vice em 2018, o Palmeiras será o cabeça de chave do Grupo B, integrado por Guarani, São Bento e Novorizontino.

Já o São Paulo, que não vence o Paulistão desde 2005, encabeça o Grupo D, com Oeste, Ituano e Botafogo-SP. O Santos, por sua vez, figura no Grupo A, ao lado de Ponte Preta, Red Bull Brasil e São Caetano.

Rompido com a federação desde abril, o Palmeiras não enviou representantes à cerimônia. Presidido por Maurício Galiotte, que chamou o Paulista de "campeonato pequeno", o clube segue em litígio com a entidade em função da final deste ano, em que alegou ter havido interferência externa na arbitragem de Marcelo Aparecido.

Regulamento

Na primeira fase, os participantes enfrentam apenas os times dos outros grupos, num total de 12 rodadas. Classificam-se às quartas de final os dois melhores de cada chave. Toda a fase de mata-mata será disputada em duelos de ida e volta. As duas equipes de pior campanha no geral serão rebaixadas à Série A2.

Cada clube poderá inscrever até 26 jogadores para disputar a competição - 23 de linha e três goleiros. No entanto, as equipes poderão apresentar uma outra lista com um número ilimitado de atletas oriundos das categorias de base.

Premiação

Organizadora do torneio, a Federação Paulista de Futebol distribuirá R$ 11,7 milhões em premiação. Só o campeão irá faturar R$ 5 milhões.

Novidades

A entidade confirmou nesta manhã a implantação do árbitro de vídeo de forma inédita na história competição. O sistema, contudo, será adotado somente a partir das quartas de final. O VAR no Paulistão, custeado integralmente pela FPF, será implantado pela mesma empresa responsável pela utilização do árbitro de vídeo na Copa do Mundo da Rússia.

Outra importante mudança definida pelos clubes se refere ao mando dos jogos: ficou determinado que uma equipe não poderá mandar uma partida no estádio do adversário. Algo que ocorreu nas quartas de final deste ano, quando o Bragantino usou o Estádio do Pacaembu no primeiro duelo com o Corinthians a fim de angariar uma maior receita de bilheteria.

Grupo A

Santos

Ponte Preta

Red Bull Brasil

São Caetano

Grupo B

Palmeiras

Guarani

São Bento

Novorizontino

Grupo C

Corinthians

Mirassol

Ferroviária

Bragantino

Grupo D

São Paulo

Oeste

Ituano

Botafogo-SP

* Especial para a Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade