5 eventos ao vivo

Felipão quer corrigir nervosismo dos jogadores do Palmeiras

Técnico analisa erros da equipe na derrota por 2 a 0 para o Ceará e condena atitude dos jogadores

20 jul 2019
22h15
atualizado às 22h15
  • separator
  • 0
  • comentários

Além da atuação do Palmeiras na derrota por 2 a 0 para o Ceará, outro fator deixou o técnico Luiz Felipe Scolari preocupado: o nervosismo dos jogadores alviverdes. O treinador falou que vai "ter que trabalhar bem o aspecto psicológico" da equipe para a partida de terça-feira contra o Godoy Cruz, da Argentina, pela ida das oitavas de final da Libertadores da América.

"Vi um jogo em que estivemos mais nervosos que o comum. Alguns jogadores até mais experientes, vendo que não iam ganhar o jogo, se irritando com adversário passando o pé na bola, querendo brigar com jogadores adversários. Se o adversário é superior, aceite, tem que ir lá e recuperar a bola. Se não tiver a cabeça no lugar, joga fora tudo que teve até agora", afirmou Felipão.

O treinador também avaliou o que tem de melhorar na equipe para a partida contra o Godoy Cruz. Ele também aproveitou para elogiar a atuação do Ceará neste sábado.

"Temos que analisar muita coisa. Tem detalhes que saíram dentro do que imaginávamos. Outros, não. Estamos nervosos na hora de fazer o gol, dando contra-ataques para o adversário. Uma série de detalhes para mudar para o jogo da Argentina, mas também dizer que o Ceará jogou muito bem. Não adianta falar só dos nossos erros", disse Felipão.

"O Ceará é uma equipe que joga em velocidade, seguimos os jogos deles contra o Fluminense, contra o Vasco... Vinha tudo normal até o primeiro gol, que aí depois foi nada bom para nós. Tivemos quatro, cinco bolas que passaram na frente do gol e não fizemos. Antes da parada (para a Copa América), a gente fazia. É olhar e ver se tem que fazer mudanças, ver o que está acontecendo com A, B ou C e fazer mudança. O Ceará tem jogado bem, pelo menos os jogos que vimos", acrescentou o treinador.

No Brasileirão, o Palmeiras é o líder com 26 pontos conquistados. Na Libertadores, a equipe faz o primeiro jogo das oitavas de final diante do Godoy Cruz, nesta terça-feira, na Argentina. O duelo de volta será realizado no dia 30 de julho.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade