2 eventos ao vivo

Felipão dá ultimato a Deyverson e reclama de advertência do TJD-SP

12 fev 2019
09h11
atualizado às 09h11
  • separator
  • comentários

O centroavante Deyverson e o técnico Luiz Felipe Scolari foram julgados nesta segunda-feira por episódios do último Derby. No Pacaembu, sede do triunfo sobre o Bragantino, o treinador palmeirense reclamou da decisão do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SP) e deu um ultimato ao atleta.

Colocado no lugar de Borja no segundo tempo, Deyverson acabou expulso pelo árbitro Luiz Flavio de Oliveira por cuspir no corintiano Richard. Punido com seis jogos de suspensão pelo TJD-SP, o polêmico centroavante, reincidente, ouviu palavras duras do técnico Felipão.

"Se aprender algo, volta com o status que sempre dei. Se não aprender, não volta, não. Não adianta, chega. Se dá a chance, mas tem que ver se aprendeu. Então, vamos esperar para saber as atitudes e, depois, tomar uma decisão", declarou o comandante.

Em sua súmula, Luiz Flavio de Oliveira contou ter ouvido de Felipão a seguinte frase: "Parabéns! Você é maravilhoso para apitar os nossos jogos". O treinador foi apenas advertido pelo TJD-SP, mas, insatisfeito, falou grosso ao contestar a decisão do órgão.

"Eu não aceito. Não falei mal de ninguém. Alias, elogiei, mas alguns não entendem como elogio. Quando perguntaram sobre o Deyverson, disse que o árbitro estava certo e que devia expulsar três vezes. Se tiver chance de entrar com outro processo para que seja absolvido, vou fazer, porque não mereço a advertência", afirmou.

Com 13 pontos, dois a mais do que o Novorizontino, o Palmeiras recuperou o primeiro lugar do Grupo B do Campeonato Paulista. Pela sétima rodada do torneio estadual, o time alviverde pega a Ferroviária às 17 horas (de Brasília) de domingo, na Fonte Luminosa.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade