PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Favoritar Time

Em reflexão, Abel Ferreira destaca apoio da torcida e critica julgamentos a treinadores e jogadores

3 jul 2022 - 17h42
Ver comentários

O Palmeiras foi surpreendido em casa e perdeu na noite de sábado para o Athletico-PR por 2 a 0, pelo Campeonato Brasileiro. Assim que o árbitro catarinense Braulio da Silva Machado apitou o final da partida, o que se ouviu no estádio Allianz Parque, com mais de 39 mil presentes, foram palmas e gritos de apoio da torcida alviverde, que reconheceu o esforço dos jogadores em campo.

O técnico português Abel Ferreira não deixou de notar esse ato dos torcedores e enalteceu a atitude. "Estou orgulhoso dos meus jogadores e da nossa torcida. Não há maior juiz do nosso desempenho do que nossos torcedores, que reconheceram que jogamos e criamos o suficiente para chegar no final com outro resultado", disse.

Abel Ferreira também falou sobre os gols sofridos pelo Palmeiras. E minimizou a questão comentando sobre julgamentos que treinadores e jogadores sofrem no futebol.

"Eu não preciso estar aqui responsabilizando ninguém porque meus jogadores sabem onde temos que melhorar nesses gols que sofremos. O futebol é feito de erros. Se fôssemos tão exigentes cobrando a sociedade como cobramos jogadores e treinadores, o mundo seria melhor. Mas tenho certeza de que eles sabem onde precisam melhorar. Fica, como eu disse, essa equipe não ter desistido, criamos mais do que o normal, mas não fomos tão eficientes como é normal", afirmou.

Com pouco tempo de preparação entre um jogo e outro, o Palmeiras já está de olho na partida contra o Cerro Porteño, do Paraguai, nesta quarta-feira, pela rodada de volta das oitavas de final da Copa Libertadores.

"Não olho muito para a tabela, mas sei que vai ser uma maratona até o fim. Viemos de uma série dura de jogos e vamos continuar assim. Já falei que temos as regras das 24 horas, é uma equipe que sabe o que quer e sabe pelo que luta. Vamos seguir no nosso caminho, tentando tirar o máximo dos nossos jogadores. O jogo para mim é muito simples. Ganha a equipe que é mais eficaz. Ganha a equipe que é mais eficiente", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade