PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Dudu diz que festa da torcida do Palmeiras deu um 'gás a mais' para a decisão da Libertadores

Atacante do Verdão deu entrevista para a TV oficial do clube e comentou a preparação para conquistar o tricampeonato da competição continental contra o forte time do Flamengo

25 nov 2021 22h33
| atualizado às 22h33
ver comentários
Publicidade

O Palmeiras treinou nesta quinta-feira, no Parque Central, em Montevidéu, sob uma forte chuva que caiu na capital uruguaia. Após a atividade, Dudu foi entrevistado pela TV oficial do clube e falou da preparação do time para enfrentar o Flamengo, neste sábado, às 17h, pela final da Libertadores. Para ele, a festa da torcida deu um "gás a mais" para o elenco nesta decisão.

De volta ao Verdão após empréstimo ao Al Duhail, do Qatar, o camisa 43 não esconde a motivação para disputar sua primeira final de Libertadores, já que na de 2020 ele fez alguns jogos, mas foi embora antes das fases decisivas.

- Ano passado pude participar, pude fazer alguns jogos, mas quando você está vivendo, disputando a final, vivendo o dia a dia dos jogos, das finais, acho que isso é importante para o jogador, então estou vivendo isso pelo Palmeiras, espero que no sábado a gente possa estar em um dia feliz, uma dia que cada jogador possa dar o seu melhor para a gente conquistar esse título.

Como se não bastasse essa motivação, Dudu e seus companheiros receberam um enorme incentivo dos torcedores que foram até a porta da Academia de Futebol, na última quarta-feira, para acompanharem a saída da delegação para o aeroporto. Segundo Dudu, isso dá um gás maior para todo o elenco.

- Muito bonito da parte do torcedor, eu acho que foi importante para a gente, desde já a gente agradece o carinho, a disponibilidade deles de estar lá numa quarta-feira à tarde, quando muitos teriam que estar trabalhando, deixou de trabalhar para poder ir lá com a gente. Isso com certeza ajuda, dá um gás a mais para a gente. A gente espera que sábado possa voltar feliz para casa, voltar feliz para o CT para poder fazer outra festa bonita com eles.

Campeão no ano passado, o Palmeiras vai em busca de seu segundo título consecutivo de Libertadores. Estar no topo da América do Sul é motivo suficiente para seguir trabalhando firme para esse objetivo. Além disso, a intenção é fechar com chave de ouro a gestão Maurício Galiotte, que será sucedido por Leila Pereira na presidência do Alviverde a partir de 2022.

- Quando você atinge o topo do clube, todos os sul-americanos sonham em ganhar a Libertadores e o Palmeiras está aí na segunda final consecutiva, pôde ganhar no ano passado. A gente espera que neste ano possa estar num dia legal, num dia bom, para que a gente possa conquistar esse título, que vai ser muito importante para o clube, para os jogadores, para a torcida, para o presidente, que está saindo agora, a gente espera que possa dar essa última felicidade para ele - argumentou o camisa 43.

Sobre o adversário, Dudu reforça que se trata de um time muito bom e que o Palmeiras não vence há quatro anos. No entanto, o atacante aposta que um dia bom de cada jogador do Verdão e o algo mais de todos poderá levar a equipe a conquistar a tão sonhada taça da Copa Libertadores de 2021.

- É um jogo muito difícil, tem alguns jogos que a gente não ganha deles, é um time muito bom, que está jogando junto há bastante tempo, mas a gente tem nossa qualidade, nossos jogadores, e a gente espera que no sábado a gente possa estar num dia bom, e os jogadores darem seu algo a mais para conquistar esse título - concluiu.

Nesta sexta-feira o Verdão terá uma agenda cheia, começando pelos compromissos oficiais com a Conmebol, primeiro com uma coletiva de imprensa com Abel Ferreira e Felipe Melo, depois com o reconhecimento do Estádio Centenário, palco da final. Para fechar a preparação, treino às 17h, novamente no Parque Central, mais uma vez sem acesso para a imprensa.

Dudu falou com a TV do clube (Foto: Reprodução/TV Palmeiras)
Dudu falou com a TV do clube (Foto: Reprodução/TV Palmeiras)
Foto: Lance!
Lance!
Publicidade
Publicidade