1 evento ao vivo

Com Felipe Melo na zaga, Palmeiras faz primeiro treinamento nos Estados Unidos

Luxemburgo ensaia jogadas ofensivas pelos lados, com chegada de volantes e meias na área adversária

12 jan 2020
21h37
atualizado às 21h37
  • separator
  • 0
  • comentários

Poucas horas depois de desembarcar em Orlando, nos Estados Unidos, onde nesta semana disputará a Florida Cup, o Palmeiras realizou o seu primeiro treinamento em campo em terras norte-americanas. Em uma atividade tática de ataque contra defesa, o técnico Vanderlei Luxemburgo deu ênfase para jogadas ofensivas pelos lados, com a aproximação de volantes e meias na área adversária.

No treino deste domingo, o volante Felipe Melo foi colocado por Luxemburgo na zaga ao lado do paraguaio Gustavo Gómez e teve bom desempenho nos cortes de cruzamentos para fora da área palmeirense. As outras duplas de marcadores foram Luan e Matheus Fernandes, Pedrão e Emerson Santos e Gabriel Menino e Patrick de Paula.

Na parte ofensiva, Luxemburgo orientou chegadas pelos lados com os laterais e pontas em cruzamentos para a grande área. O Palmeiras volta aos treinamentos em Orlando na manhã desta segunda-feira. A estreia alviverde na Florida Cup será nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), contra o Atlético Nacional, da Colômbia.

O outro adversário do Palmeiras na competição será o New York City, no duelo que está marcado para sábado, dia 18, às 16 horas. O Corinthians também está na disputa, mas os arquirrivais não se enfrentarão. O campeão será aquele que somar mais pontos.

O Palmeiras jogará o torneio sem cinco jogadores do atual elenco, que conta com 33 atletas. O zagueiro Vitor Hugo ficou em São Paulo para continuar a recuperação da cirurgia na região inguinal e o atacante colombiano Ivan Angulo está na Colômbia para disputar o Pré-Olímpico pela seleção sub-23 do seu país.

Os outros três jogadores que não foram aos Estados Unidos são os meias Jean e Guerra e o centroavante Deyverson. Eles não devem ser aproveitados por Luxemburgo e negociam a saída do clube paulista. A ideia da diretoria é dar espaço para a base e fazer contratações pontuais em 2020.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade