0

Cobiçado na China, Borja é elogiado por Felipão e evita imprensa

11 fev 2019
23h09
atualizado às 23h09
  • separator
  • comentários

Cobiçado pelo futebol chinês, o centroavante Miguel Borja participou como titular do triunfo do Palmeiras sobre o Bragantino, alcançado na noite desta segunda-feira, pelo Campeonato Paulista. Após a partida disputada no Pacaembu, o centroavante não concedeu entrevista na zona mista e foi elogiado pelo técnico Luiz Felipe Scolari.

Artilheiro do Palmeiras em 2018, Borja atrai o interesse de clubes chineses e pode receber uma proposta oficial nos próximos dias. Ao passar pela zona de entrevistas na noite desta segunda-feira, o centroavante colombiano não comentou a chance de deixar o clube alviverde.

Bancado por Felipão contra o Bragantino, Borja recebeu passe de Dudu e sofreu o pênalti convertido por Gustavo Scarpa no primeiro tempo. Na etapa complementar, ao pegar rebote de chute disparado pelo camisa 7, o colombiano mandou para fora e perdeu chance incrível.

"No lance do segundo gol, a jogada foi praticamente toda do Borja. Uma ou outra bola, ele não finalizou certo, mas, durante o jogo, se comportou muito bem e vai trabalhar dentro daquilo que pretendemos para que tenha uma boa performance", disse Felipão, que recebeu a vista de Carlos Queiroz, técnico da Colômbia, para falar sobre o centroavante.

Com 25 atletas já inscritos no Campeonato Paulista, o Palmeiras tem apenas uma vaga em aberto. Questionado sobre a possibilidade de utilizar Ricardo Goulart ou Arthur Cabral, já que Deyverson tomou seis jogos de suspensão, Felipão deu a entender que o cenário atual pode mudar repentinamente.

"Sempre peço desculpas aos jogadores que não estão inscritos", iniciou o técnico. "Estou pensando (sobre a última vaga). Não posso falar a vocês ainda, porque muita coisa pode acontecer. A vida que temos hoje, nem sabemos se teremos amanhã. Estou esperando para ver a evolução dos jogadores", completou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade