0

Bruno Henrique lamenta gols no começo e minimiza discussão no fim

9 out 2019
23h55
atualizado às 23h55
  • separator
  • 0
  • comentários

O Palmeiras, dominado pelo Santos, acabou derrotado por 2 a 0 na noite desta quarta-feira. Na saída do gramado da Vila Belmiro, o volante Bruno Henrique lamentou os gols sofridos logo no início e minimizou a discussão entre os jogadores dos dois times após o apito final.

Amplamente superior, o Santos saiu na frente em gol de cabeça anotado pelo zagueiro Gustavo Henrique. Aos 17 minutos, Marinho aproveitou rebote do goleiro Jailson e marcou o segundo. Com vantagem segura, o time da casa passou a jogar sem expor e venceu com autoridade.

"Sabemos que é difícil jogar aqui. Tomar dois gols muito rápido é difícil para reverter. Sempre muito difícil perder clássico, ainda mais que estamos em busca do título. Agora, é rever o que estamos fazendo de errado e trabalhar. A gente precisa trabalhar bastante", disse Bruno Henrique à TV Globo.

O Santos, que já tinha diferença significativa no marcador, passou a jogar com um homem a mais aos 27 minutos do segundo tempo, quando Willian foi expulso. Durante todo a etapa complementar, o Palmeiras foi incapaz de ameaçar o gol defendido por Everson.

Apoiado por sua torcida, o time praiano procurou rodar a bola e ouviu gritos de "olé" das arquibancadas. Logo após o apito final, houve discussão entre atletas dos dois times. "Coisa de jogo, normal. Faz parte", afirmou o capitão Bruno Henrique, tratando de minimizar o episódio, rapidamente contornado.

Santos e Palmeiras têm os mesmos 47 pontos ganhos, mas o time alvinegro contabiliza uma vitória a mais (14 a 13) e, portanto, detém o segundo lugar. Pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, a equipe defendida por Bruno Henrique volta a campo para enfrentar o Botafogo às 21 horas deste sábado, no Estádio do Pacaembu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade