0

Borja diz estar chateado com Mano Menezes e cita possível ida ao Junior Barranquilla

Atacante do Palmeiras não gostou de declaração do treinador e promete dar a volta por cima

8 nov 2019
11h07
atualizado às 11h07
  • separator
  • 0
  • comentários

O atacante Miguel Borja, do Palmeiras, demonstrou nesta quinta-feira estar descontente com a falta de oportunidades no time do técnico Mano Menezes. Preterido por Luiz Adriano e Deyverson para a posição de centroavante, o colombiano disse em entrevista à Blu Rádio que ficou triste com comentários recentes feitos sobre o treinador a seu respeito e mencionou uma possível transferência no próximo ano para o Junior Barranquilla.

"Quando vi a declaração dele, me surpreendeu muito e me doeu na alma. O técnico disse que eu não tinha trajetória para chegar ao Palmeiras. O futebol dá muitas voltas e hoje estamos em um lugar não tão bom, mas com o tempo estarei bem", disse Borja. O comentário de Mano que deixou Borja chateado foi na semana passada, durante participação no programa Bola da Vez, da ESPN Brasil.

O técnico disse que o jogador talvez não merecesse a reputação de estrela que adquiriu na carreira ao se destacar antes da vinda ao Palmeiras. "O Borja, ao contrário do que todo mundo pensa ou do que pode parecer, não tinha uma trajetória tão grande", afirmou. "Talvez ainda não seja tão estrela", acrescentou. As declarações levaram o empresário de Borja, Juan Pablo Pachón, a divulgar um comunicado para defender o colombiano e criticar o currículo de Mano.

Para a Blu Rádio, o atacante afirmou que vai tentar esse recuperar. "Eu devo ouvir essas palavras para treinar bem e seguramente vou me lembrar disso antes de entrar em campo", comentou. Na última quarta, Borja sequer foi relacionado para a partida contra o Vasco, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. Neste ano ele atuou somente 22 vezes e anotou cinco gols.

O colombiano citou também a possibilidade de defender em breve o time para o qual torce, o Junior Barranquilla. "Quem sabe disso é o meu agente. Eu somente treino todos os dias para melhorar, não quero seguir na condição em que estou. Sempre disse que gostaria de jogar no Junior e se for em 2020, que bem-vindo seja", comentou o atacante, que nega ter problemas de relacionamento com Mano.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade