0

Borja chega a 105 jogos pelo Palmeiras e vê nova chance com chegada de Mano

10 set 2019
07h02
  • separator
  • 0
  • comentários

A vitória contra o Goiás, no último sábado (7), pelo Campeonato Brasileiro, serviu de redenção para o Palmeiras, que conquistou o primeiro triunfo na competição depois da parada para a Copa América na estreia do técnico Mano Menezes. Dentro de campo, o centroavante Miguel Borja, que chegou a 105 jogos com a camisa do Verdão, participou dos dois gols da equipe paulista e também se reergueu.

Borja (à dir.) foi importante para a vitória de virada do Palmeiras (Foto: SEP)
Borja (à dir.) foi importante para a vitória de virada do Palmeiras (Foto: SEP)
Foto: Gazeta Esportiva

O camisa 9 entrou no lugar de Luiz Adriano aos 26 minutos do segundo tempo. Aos 36, ganhou disputa de cabeça no meio-campo e deu sequência à jogada que resultou no gol de empate. E aos 55 minutos, brigou por bola sobrada na área e, deitado, deu o passe para Gustavo Scarpa mandar para as redes e garantir a vitória palmeirense.

A atuação foi importante para Borja poder retomar a confiança e buscar seu espaço com Mano Menezes. O colombiano vinha sendo preterido por Felipão, que nunca escondeu a preferência por Deyverson, cortado pelo novo treinador para o duelo contra os goianos. Prova disso é que o camisa 9 disputou apenas 18 partidas na temporada atual e não foi utilizado nas últimas três sob o comando de Luiz Felipe Scolari.

Apesar disso, ele conseguiu ser decisivo nas oitavas de final da Copa Libertadores deste ano. No jogo de ida, que terminou em 2 a 2, fora de casa, fez o gol de empate que deixou o Palmeiras em situação mais confortável na busca pela classificação. Na volta, marcou o segundo na vitória por 4 a 0 no Allianz Parque.

Com cinco gols no ano, Borja agora tenta reconquistar a torcida e uma vaga na equipe titular do Verdão. Sua próxima oportunidade pode ser já nesta terça-feira (10), às 21h (de Brasília), quando o clube alviverde enfrenta o Fluminense, no Allianz Parque, em jogo adiado da 16ª rodada do Brasileirão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade