PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Favoritar Time

Athletico-PR bate o Palmeiras no Allianz Parque e diminui a vantagem do Verdão no Brasileiro

Furacão venceu o Alviverde por 2 a 0, com gols de Vitor Roque e Vitor Bueno, e assumiu a vice-liderança do Brasileirão, apenas dois pontos atrás do líder, que é o time de Abel

2 jul 2022 - 23h19
(atualizado em 3/7/2022 às 00h35)
Ver comentários
Publicidade
Vitor Bueno marcou o segundo gol do Athletico-PR sobre o Palmeiras (Foto: José Tramontin/athletico.com.br)
Vitor Bueno marcou o segundo gol do Athletico-PR sobre o Palmeiras (Foto: José Tramontin/athletico.com.br)
Foto: Lance!

O Athletico-PR venceu o Palmeiras por 2 a 0, neste sábado, no Allianz Parque, pela 15ª rodada do Brasileirão 2022. Com o resultado, o Furacão é o novo vice-líder do campeonato, deixando o Verdão com apenas dois pontos de vantagem na liderança. Os gols foram marcados por Vitor Roque e Vitor Bueno, batendo pênalti.

TABELA

GALERIA

VERDÃO COMEÇA BEM, MAS FURACÃO SAI NA FRENTE

A partida começou bastante equilibrada, mas logo de cara as posturas dos times já ficaram claras: o Palmeiras tomaria as ações e o Athletico-PR responderia conforme a necessidade. Aos sete minutos, um lindo passe de Gómez deixou Mayke livre para cruzar para Veiga, que não conseguiu se posicionar para finalizar e perdeu a chance.

O Alviverde continuava com o domínio, mas via o Furacão assustar em contra-ataques. Em um deles, aos 16 minutos, jogada de Canobbio e Vitor Roque, que terminou em uma grande defesa de Weverton para salvar a meta palmeirense. Aos 17', o uruguaio acertou um bom chute de longe, mas Weverton pegou de novo.

Enquanto isso, o Palmeiras conseguia assustar apenas em chutes de longe de Scarpa. Aos 24', no entanto, Dudu recebeu virada de jogo e ajeitou de peito para Veiga, que acertou a rede pelo lado de fora. A partir dali os donos da casa tiveram muita dificuldade para criar e em um vacilo defensivo, Abner virou o jogo para Rômulo que ajeitou para Vitor Roque desviar para o gol e abrir o placar para o Atlhletico-PR.

Impulsionado pelo torcedor, o Verdão tentou reagir ainda no primeiro tempo, mas novamente as melhores chances eram de fora da área, com Zé Rafael e depois com Dudu, ambas foram embora pela linha de fundo. No fim, Scarpa teve uma sobra de bola, mas também mandou para fora, deixando ainda o Alviverde atrás.

Palmeiras foi derrotado pelo Athletico em casa (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Palmeiras foi derrotado pelo Athletico em casa (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Foto: Lance!

SINAL DE REAÇÃO DO VERDÃO, MAS FURACÃO MATA O JOGO

Na volta do intervalo, os times voltaram sem alterações, mas o Palmeiras parecia disposto a mudar sua postura. Logo aos três minutos, Dudu fez fila na zaga adversária e chutou, mas o goleiro Bento pegou sem problemas. Mas os contra-ataques ainda eram um problema. Vitor Roque abriu para Rômulo finalizar, mas Piquerez bloqueou. O VAR viu mão e a arbitragem assinalou pênalti. Na cobrança, Vitor Bueno bateu e marcou o segundo do Athletico-PR.

De uma vez só, Abel mandou a campo Navarro, Veron e Atuesta, sacando Rony, Zé Rafael e Raphael Veiga. Em seguida, Danilo quase marcou em chute de longe que desviou no meio do campo, depois o volante não conseguiu finalizar uma boa chance. Aos 20', Scarpa arriscou chute colocado e quase acertou o ângulo, mas foi para fora.

O Palmeiras buscava pressionar ainda mais. Scarpa tentou mais uma vez de fora, mas Bento pegou. Aos 24', Navarro recebeu de Dudu, mas foi bloqueado ao finalizar. Em seguida, Erick respondeu pelo Athletico-PR, mas por cima do gol. Aos 31', Scarpa cruzou da esquerda para trás e Menino chegou batendo fraco, sem perigo.

Logo em seguida uma grande jogada palmeirense, em que Scarpa ajeitou de letra para Dudu, que finalizou cruzado, mas Bento defendeu e a defesa afastou no rebote. Aos 33 minutos, mais Verdão. Gabriel Menino acertou belo chute exigindo grande defesa de Bento. Na sobra, Rafael Navarro tentou duas vezes e não marcou. Em seguida, em cobrança de falta, Scarpa bateu na mão do goleiro.

Mostrando vontade de diminuir o placar, o Alviverde era todo ataque. Dudu enfiou linda bola para Veron, que tocou na saída do goleiro, novamente para fora do gol. Dali em diante, o time de Abel insistiu nos cruzamentos e praticamente não ameaçava mais o adversário. Em um vacilo, Gabriel Menino perdeu a bola no meio, David Terans arrancou e o próprio Menino, último homem na defesa, o derrubou, levando o cartão vermelho já nos acréscimos para fechar o jogo.

E AGORA?

Com a derrota, o Palmeiras vê sua vantagem na liderança diminuir para dois pontos e perde a chance de disparar na ponta. Enquanto isso, o Athletico-PR passa a ser o vice-líder com 27 pontos. Na próxima quarta-feira, o Verdão recebe o Cerro Porteño, pelas oitavas de final da Libertadores, já o Furacão vai até Assunção enfrentar o Libertad, pelo mesma fase do mesmo torneio continental.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0 x 2 ATHLETICO-PR

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Data-Hora: 2/7/2022 - 21h (de Brasília)

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (Fifa/SC)

Auxiliares: Alex dos Santos (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)

VAR: Wagner Reway (PB)

Público/Renda: 39.192 pagantes/R$ 2.320.330,60

Cartões amarelos: Piquerez (PAL) Abner e Pedro Henrique (APR)

Cartões vermelhos: Gabriel Menino, aos 45'/2ºT (PAL)

Gols: Vitor Roque (35'/1ºT) (0-1), Vitor Bueno (12'/2ºT) (0-2)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Gustavo Garcia, aos 26'/2ºT), Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo (Gabriel Menino, aos 26'/2ºT) Zé Rafael (Gabriel Veron, aos 15'/2ºT), Raphael Veiga (Atuesta, aos 15'/2ºT) e Gustavo Scarpa; Dudu e Rony (Rafael Navarro, aos 15'/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

ATHLETICO-PR: Bento; Orejuela, Pedro Henrique, Matheus Felipe e Abner; Erick, Hugo Moura (Léo Cittadini, aos 27'/2ºT) e Vitor Bueno (Christian, aos 32'/2ºT); Canobbio (Pedrinho, aos 27'/2ºT), Vitor Roque (David Terans, aos 41'/2ºT) e Rômulo (Marcelo Cirino, aos 41'/2ºT). Técnico: Felipão.

Lance!
Publicidade
Publicidade