PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Arthur Cabral comemora chance na Seleção e destaca importância do Palmeiras na sua carreira

5 out 2021 14h56
| atualizado às 14h56
ver comentários
Publicidade

Novidade na lista do técnico Tite para os próximos três compromissos da Seleção Brasileira nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, o jovem atacante Arthur Cabral destacou nesta terça-feira a sua felicidade em poder vestir a Amarelinha pela primeira vez.

"Estou muito feliz, esses últimos dias foram fantásticos. Minha família também está feliz. Eu realizei o sonho de toda minha família e dos amigos que se sentem aqui comigo. Eu não esperava. A lista já tinha saído e eu iria só acompanhar e torcer. Infelizmente um amigo meu, Matheus Cunha, veio a se lesionar, mas são coisas do futebol. Desejo a ele a melhor recuperação possível e estou aqui para também honrá-lo e agarrar da melhor maneira essa oportunidade", disse em coletiva.

"O meu maior objetivo é causar a melhor impressão possível, dando o meu melhor nos treinamentos, no dia a dia e em todos os momentos. Para quem está sendo convocado pela primeira vez, o maior objetivo é sentir o gostinho de ser convocado de novo. Esse é o maior foco de hoje", acrescentou.

O atleta de 23 anos, que atualmente defende o Basel, da Suíça, também aproveitou para comentar sobre a sua breve passagem pelo Palmeiras. Após passar quatro temporadas defendendo o Ceará, clube que inclusive o revelou, o centroavante vestiu as cores do Verdão em 2019, mas recebeu poucas chances.

Ao todo, ele disputou somente cinco partidas pelo time paulista e marcou um gol. Mesmo com o pouco tempo, ele destacou a importância do Alviverde para ele chagar na Seleção.

"Passei um tempo no Palmeiras, mas infelizmente não fui aproveitado. Mas eu costumo sempre frisar o quanto foi importante essa passagem pelo Palmeiras para mim. Foram tempos de muito aprendizado, convivi com profissionais fantásticos e com certeza isso agregou muito na minha carreira. Se hoje estou aqui eu estou colhendo frutos de todas essas coisas que passei", comentou.

Na negociação com o Basel, o Palmeiras firmou um clausula de compra obrigatória caso Arthur marcasse 12 gols em sua primeira temporada na Europa. Na visão do jogador, isso o motivou ainda mais. Na temporada 2019/2020, ele entrou em campo em 39 jogos e balançou as redes 18 vezes.

"Eu gosto de desafio. Foi um desafio muito bom na minha carreira. Quando meu empresário trouxe esses fatores eu abracei e graças a deus consegui cumprir no meio da temporada", finalizou.

Arthur pode receber a sua primeira chance na Seleção nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), no duelo contra a Venezuela, pela 11ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade