PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Favoritar Time

Arbitragem e retranca do Fluminense: a análise de Abel Ferreira após o empate do Palmeiras

Treinador apontou os pontos que o deixaram insatisfeito com resultado do Verdão em casa

8 mai 2022 20h16
| atualizado às 20h16
ver comentários
Publicidade

Com um semblante que não escondia em nada a decepção após o empate em 1 a 1 com o Fluminense, em pleno Allianz Parque, o técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, enumerou aqueles que ele aponta como os culpados pelo resultado na entrevista coletiva após a partida.

Raphael Veiga vai ao chão: arbitragem mereceu críticas e sugestões de Abel após o jogo (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Raphael Veiga vai ao chão: arbitragem mereceu críticas e sugestões de Abel após o jogo (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Foto: Lance!

Em primeiro lugar, o português rebateu jornalistas que apontaram um mau início do Verdão no Brasileirão. 'Nós estamos a perder assim tantas vezes? Vocês estão assim tão preocupados', questionou. Depois, manteve o tom em sua análise da partida, desabafando contra a arbitragem e uma provávrel retranca do adversário carioca.

- Nós fizemos na minha opinião um bom jogo, com muita intensidade, entramos fortes. Não queríamos que o jogo parasse tanto, porém mais uma vez permitiram que quebrassem o jogo. A culpa não é do adversário quando se tem jogadores ao chão. A culpa é do árbitro. Tinha que dar o acréscimo. E se fizerem anti jogo durante o acréscimo, tem que somar esse tempo. Nós fizemos o que tinha de fazer. Contra uma equipe que fez um jogo baixo, tivemos 21 arremates, criamos boas oportunidades de fazer os gols. Isso diante de um adversário que jogou no nosso erro. Tiveram o mérito de percebemos a nossa falha de não prestar atenção na marcação. Já disse mais de uma vez que ninguém controla o resultado. Por tudo o que fizemos merecíamos ganhar o jogo, mas o futebol por todo o que envolve nem sempre tem justiça.

Mantendo uma característica particular sua, Abel fez uma série de sugestões para o que acredita ser possível melhorar a arbitragem.

- Se quisermos evoluir, não podemos ter jogadores profissionais e um árbitro amador. Se eles apitam tantas partidas quanto nós jogamos, talvez também precisem fazer rodízio e dar oportunidade a outros para ver se isso melhora. No geral, foi uma boa arbitragem, tirando a dualidade de critério nas faltas e deixar que o adversário caia no gramado. É só uma opinião e falo sempre de maneira construtiva porque podem melhorar neste aspecto. Quando a CBF der o passo na profissionalização dos árbitros, serão melhores tecnicamente, com a ajuda do VAR, que vai nos ajudar sempre muito. Há margem para melhorar neste aspecto.

Pelo Brasileirão, o próximo compromisso do Palmeiras será sábado (14) ante o RB Bragantino, às 16h30 (de Brasília), novamente no Allianz Parque. O Verdão é só o 13º colocado, com seis pontos ganhos.

Antes, contudo, na próxima quarta-feira (11), o Verdão enfrenta a Juazeirense, em Londrina (PR), pelo duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O jogo de ida, em Barueri (SP), foi 2 a 1 para os paulistas.

TABELA

> Confira os jogos e a classificação do Brasileirão-22

> Confira os jogos e a classificação da Libertadores-22

> Confira os jogos da Copa do Brasil-22

Lance!
Publicidade
Publicidade