PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Após segundo título da Libertadores, Abel Ferreira deixa futuro aberto no Palmeiras

Treinador lusitano demonstrou gratidão pelo trabalho no clube, mas avisou que terá de refletir a respeito da decisão de permanecer ou não no Alviverde

27 nov 2021 23h17
| atualizado às 23h49
ver comentários
Publicidade

Abel Ferreira conduziu o Palmeiras ao segundo título da Libertadores em menos de um ano ao derrotar o Flamengo no Estádio Centenário. Em entrevista coletiva após a conquista, o treinador foi questionado a respeito de sua continuação no Verdão e deixou em aberto o futuro de sua carreira.

Abel Ferreira conquistou sua segunda Libertadores pelo Palmeiras (Foto: Juan Mabromata/AFP)
Abel Ferreira conquistou sua segunda Libertadores pelo Palmeiras (Foto: Juan Mabromata/AFP)
Foto: Lance!

- Eu tenho que fazer uma reflexão muito grande. O clube já demonstrou a sua vontade. Sou grato ao Maurício e à Leila. Mas não consigo jogar em jogo, descanso e jogo. É desumano. Se quiserem crescer, precisamos abdicar da ida e volta. Isso tudo no tempo de Deus. Vou escolher o que for melhor para o Palmeiras - afirmou

Além disso, o comandante do Verdão também comentou acerca da cultura imediatista do futebol brasileiro, já criticada por ele em outras oportunidades. Segundo Abel, é possível evoluir na maneira comportamental com que o esporte é tratado no país.

- Tudo depende de Deus. Eu sou grato ao futebol brasileiro. Utilizo muito essa expressão. Foi o Palmeiras que me abriu as portas para ganhar títulos. Cheguei aqui com títulos e já levando paulada. Existe muita margem para melhorarmos no Brasil. O calendário é insano, é desumano - declarou.

Em pouco mais de um ano no comando do Palmeiras, Abel Ferreira conquistou três títulos, sendo dois da Libertadores e um da Copa do Brasil.

Lance!
Publicidade
Publicidade