PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Abel lamenta falta de eficácia em eliminação: 'Poderíamos ficar o dia todo que não faríamos gol'

Abatido pelo revés, o treinador descreveu a derrota para o CRB na Copa do Brasil como uma "desilusão"

9 jun 2021 22h44
ver comentários
Publicidade

Após a eliminação do Palmeiras nesta quarta-feira (09) contra o CRB pela terceira fase da Copa do Brasil, Abel Ferreira comentou, em entrevista coletiva, sobre as falhas que levaram à desclassificação. O treinador enfatizou a ineficácia da equipe em campo, já que o Palmeiras finalizou mais de 30 vezes, mas não conseguiu marcar sequer gol no duelo.

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
Foto: Lance!

- A principal razão (por não marcar) foi não ter a eficácia que deveríamos ter. Quatro chances flagrantes. O futebol resume-se a isso. O adversário lutou e ganhou com competência. É uma desilusão para todos. Jogadores, treinador, direção, torcedores. Era um objetivo que queríamos. Estamos fora - lamentou Abel, notoriamente abatido pela derrota.

- Hoje, faltou o objetivo mais importante no futebol: fazer o gol. É o que faz a diferença entre ganhar e perder. Não conseguimos. Fica evidente que futebol não é estatística. O que conta é a capacidade de fazer gol. Poderíamos ficar o dia todo que não faríamos gol. Nem nos pênaltis - concluiu.

Questionado sobre a entrada de Lucas Lima no lugar de Raphael Veiga, batedor oficial do Verdão, o português explicou que não imaginava que a partida fosse para as penalidades e que esperava vencer no tempo regulamentar. Por isso, realizou a substituição ao entender que Lucas poderia ajudar o time ofensivamente.

- Não pensei nisso (nos pênaltis). Pensei sempre em fazer gol nos 90 minutos. O Lucas Lima nos dá assistência… Ou pelo menos isso que esperávamos dele. Ou chutes. Infelizmente, a verdade é que não tivemos a capacidade para finalizar. E pra mim, pênalti é competência e um bocadinho de sorte. Hoje não tivemos essa felicidade. Vocês usam aqui muito o nome de Deus… Temos que aceitar o que Ele nos deu hoje - declarou.

Ao final, Abel reconheceu o sentimento de chateação pela eliminação precoce, mas afirmou que o grupo irá erguer a cabeça para o próximo compromisso para ter sucesso na temporada.

- Queríamos ganhar outra vez, mas esse ano a Copa não é para nós. Amanhã, seguramente, cada um de nós irá fazer uma reflexão para voltar mais forte. O que não nos mata, nos torna mais fortes. Espero uma resposta positiva no próximo jogo. Resposta de uma equipe que ganhou e que quer continuar a ganhar - finalizou o treinador.

Para tentar se recuperar deste revés inesperado, o Palmeiras volta a campo pelo Dérbi Paulista deste domingo (12). O Alviverde enfrenta o Corinthians no Dia da Paixão Palmeirense às 19h (horário oficial de Brasília) no Allianz Parque em busca de mais uma vitória no Brasileirão 2021.

Lance!
Publicidade
Publicidade