PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Favoritar Time

Abel Ferreira desabafa e faz pedido à torcida: 'Quem critica, não sabe o que é ser Palmeiras'

Técnico português ainda defendeu Rony e disse admirar todos os jogadores do elenco

29 jun 2022 - 23h05
(atualizado em 30/6/2022 às 00h49)
Ver comentários

Em entrevista coletiva após a boa vitória do Palmeiras por 3 a 0 sobre o Cerro Porteño, pelas oitavas da Libertadores, o técnico Abel Ferreira aproveitou para fazer alguns pedidos especiais à torcida. Segundo ele, 'quem critica o clube, não lhe corre nas veias o que é ser palmeirense'.

GALERIA

TABELA

- O que peço é que acreditem em nossos jogadores, mesmo quando o treinador faz asneiras ou eles jogam mal. Isso é ser um verdadeiro torcedor, isso é ser palmeirense, isso é pertencer à Família Palmeiras. Quem critica, não lhe corre nas veias o que é ser palmeirense. Quem critica, não sabe o que é ser palmeirense. Quando criticamos nosso clube ou nossos jogadores, estamos criticando isso tudo que está aqui. Eu estou aqui e sempre disse a todos que, dentro da Academia, dou minha palavra, todos eles trabalham para darem o melhor possível. Mas não somos perfeitos. Ainda faremos muitas asneiras e vamos errar muitas vezes, mas também daremos muitas alegrias como estamos dando. Para aqueles que nos apoiam somente nas vitórias ou só nos criticam, deixo o que Lewis Hamilton, piloto de Fórmula 1, falou: é preciso mudar mentalidades - desabafou.

Rony e Veiga entraram em campo empatados com 14 gols cada na história do Palmeiras na Libertadores, liderando o ranking de forma dividida. Agora, com dois tentos do camisa 10, a liderança passa a ser de Rony, com 16 gols, recuperando esse posto que já conquistou antes de ser alcançado pelo camisa 23 nos últimos jogos.

Uma curiosidade além de Palmeiras, é que Rony agora iguala o número de gols de Pelé pela competição continental. O Rei do Futebol também anotou 16 tentos em suas participações. Algo que acabou virando brincadeira entre os torcedores nas redes sociais.

Ao ser informado sobre os números do atleta, Abel Ferreira bateu na mesma tecla e defendeu seu jogador. O português concluiu dizendo que os méritos individuais aparecem em um bom coletivo e que, para ele, algumas críticas são injustas.

- Nossos jogadores são gente séria, são gente de caráter. O Rony tem isso, tem o que gosto em um jogador. Tenho uma admiração e uma gratidão muito grande por todos os nossos jogadores. É por isso que me custa tanto que os critiquem. Quando nossos vizinhos falam mal da gente, tudo bem, já sabemos como funciona. Mas os nossos? Da nossa família? Não posso aceitar. Quem é que não erra na vida? Quem é perfeito no seu trabalho? Não conheço ninguém que seja assim. Os jogadores não jogam com as mãos, jogam com os pés e com a cabeça. Portanto, fico muito feliz pelo Rony, pois sabem o que ele faz quando marca gols? Ele agradece a todos os companheiros. Isso é um time, é um elenco. Nós ganhamos quando nos transformamos em um time. O resto é consequência - concluiu.

Abel conversa com Rony (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Abel conversa com Rony (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Foto: Lance!
Lance!
Publicidade
Publicidade