PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Abel exalta a "cultura de vitórias" no Palmeiras e garante que o time não tem titulares

15 jul 2021 06h24
| atualizado às 06h24
ver comentários
Publicidade

Nesta quarta-feira, o Palmeiras derrotou a Universidad Católica por 1 a 0, no Chile, na primeira partida das oitavas de final da Libertadores. Após o jogo, Abel Ferreira voltou a valorizar a força do grupo do Verdão, evitando rotular jogadores como titulares.

Ao ser perguntado sobre a possibilidade de Kuscevic seguir jogando desde o início, o treinador optou por exaltar a homogeneidade do elenco do Alviverde.

"Sempre disse que não há titulares no Palmeiras. No Palmeiras, todos somos um. Os 11 que entram jogam por eles, pelo os que estão no banco, pelo os que ficaram no Brasil. Jogam por aqueles que trabalham diariamente no CT para nos proporcionar as melhores condições. Jogam pelos verdadeiros torcedores, é por eles que trabalhamos. Aqui, o titular é a equipe, a estrela é a equipe", disse o técnico.

Abel também fez questão de destacar o comportamento dos atletas, que estão cada vez mais moldados por uma "cultura de vitórias".

"Este é o segredo de nossa equipe: cada um sabe o que tem que fazer. Todos são importantes. Não gosto da palavra 'titulares'. Quem são os titulares? Aqui, todos são titulares do Palmeiras, porque foi o clube que os escolheu. Se estão aqui, é porque têm qualidade. Se estão aqui, é porque o Palmeiras acredita neles. Temos que dar parabéns aos jogadores pela cultura de vitórias, pela determinação, pela garra e pela crença", pontuou Abel.

A partida de volta entre Palmeiras e Universidad Católica acontece na quarta-feira da semana que vem, às 19h15, no Allianz Parque. Vale lembrar que há o critério do gol qualificado fora de casa na Libertadores.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade