PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Abel desconsidera tabu do Choque-Rei na Libertadores e cita: 'Vamos procurar mudar a história'

Treinador enfatizou que o histórico negativo é uma coisa à parte e não deve entrar em campo nas quartas de final

21 jul 2021 22h50
| atualizado às 22h50
ver comentários
Publicidade

O Palmeiras venceu a Católica pelo placar mínimo mais uma vez e, com isso, avançou de fase na Libertadores. O próximo adversário nas quartas de final será o São Paulo, time que o Verdão jamais venceu em partidas válidas pela competição. Questionado sobre este retrospecto, Abel Ferreira foi firme ao dizer que não acredita em tabus e, ainda que o histórico do Choque-Rei seja negativo, o Alviverde vai buscar mudar este cenário.

Abel Ferreira no comando do Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Abel Ferreira no comando do Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Foto: Lance!

- Eu pensei que iam dar o parabéns por avançar de fase. Estava a espera disso. Mas vou responder essa. Para mim não há tabus. Apesar de a história ser contra o Palmeiras, vamos procurar fazer o que fazemos desde que chegamos aqui: mudar a história - declarou Abel.

O treinador também se incomodou com o fato de que nenhuma das perguntas direcionadas a ele, na coletiva de imprensa, falavam sobre a atuação de sua equipe. Apesar de ter vencido apenas por 1 a 0, o Palmeiras foi dominante sobre o time chileno durante os 90 minutos e poderia ter goleado não fosse o goleiro Pérez e a falta de pontaria.

- Ninguém perguntou, mas tenho que dar os parabéns pela exibição do Palmeiras. Deveríamos falar mais do jogo. As perguntas não fala do jogo. Vocês me criticam, e bem, quando faço asneiras, mas eu pergunto: alguém viu o jogo de hoje? Jogo sério, seguro e eficaz - analisou.

Mudando o foco para o Brasileirão, competição que o Alviverde lidera, Abel voltou a referir sobre a necessidade de manter o foco neste momento de alta na temporada, ressaltando que a comemoração ficaria para depois.

- A experiência diz que o futebol é de altos e baixos. Temos que continuar focados. Desde que cheguei ao Brasil, aprendi muito. Hoje sou o melhor, amanhã o pior. Não vamos ganhar sempre. O Palmeiras tem que jogar sempre para ganhar. Agora são 24 horas para recuperar para o jogo contra o Fluminense. É o foco agora. Aqui não conseguimos desfrutar das vitórias porque logo a seguir temos outro jogo. Depois teremos tempo.

O Maior Campeão Nacional volta a campo novamente no Allianz Parque neste sábado (24) às 19h (horário oficial de Brasília) contra o Fluminense pela décima terceira rodada do Campeonato Brasileiro, em busca de mais três pontos.

Lance!
Publicidade
Publicidade