PUBLICIDADE

Palmeiras e Flamengo farão a 5ª final de Libertadores entre times do mesmo país

Esta será a 4ª vez em que clubes brasileiros decidem a principal disputa do continente

27 nov 2021 08h09
| atualizado às 08h09
ver comentários
Publicidade

Chegar em uma final de Libertadores é o sonho de todo clube de futebol da América do Sul. Um momento raro, cobiçado por equipes de todo o continente. Mais raro ainda, no entanto, é o fato de times do mesmo país se encontrarem na grande decisão sul-americana. É o caso de Palmeiras e Flamengo, que se enfrentam neste sábado, às 17 horas, no Estádio Centenário, em Montevideo, no Uruguai.

Palmeiras e Flamengo venceram as últimas duas Libertadores (Reprodução)
Palmeiras e Flamengo venceram as últimas duas Libertadores (Reprodução)
Foto: Lance!

Em 62 edições da competição - a primeira foi realizada em 1960 -, esta será apenas a 5ª vez em que rivais do mesmo país se encaram na final. Curiosamente, é a 4ª oportunidade em que brasileiros decidem o título frente a frente.

A primeira vez que isso ocorreu foi em 2005, quando Athletico Paranaense e São Paulo disputaram a taça. Após empate em 1 a 1 no jogo de ida, o Tricolor goleou por 4 a 0, no Morumbi, com gols de Amoroso, Luizão, Diego Tardelli e Fabão, e conquistou o seu tricampeonato.

No ano seguinte o fato se repetiu, novamente com o São Paulo na decisão. O adversário, porém, foi o Internacional, que acabou se sagrando campeão ao vencer a partida de ida em terras paulistas por 2 a 1 e segurar o empate em 2 a 2 no Beira-Rio, ficando com a taça pela primeira vez.

Após as dobradinhas brasileiras no início dos anos 2000, duas equipes do mesmo país só voltariam a decidir a Libertadores em 2018, quando River Plate e Boca Juniors se encontraram na grande decisão. Após empate em 2 a 2 em La Bombonera, o River ficou com o título ao bater o rival argentino por 3 a 1 - 1 a 1 no tempo normal - na final disputada no Santiago Bernabéu, na Espanha.

Na temporada passada, outra decisão brasileira. Palmeiras e Santos duelaram no Maracanã, em final única, e o Alviverde terminou com a taça ao bater o Peixe por 1 a 0, gol de Breno Lopes, já nos acréscimos do 2º tempo.

Lance!
Publicidade
Publicidade