2 eventos ao vivo

Aspirantes do Athletico batem o Operário e encaixam terceira vitória seguida

20 mar 2019
23h23
atualizado às 23h23
  • separator
  • 0
  • comentários

O time de aspirantes do Athletico Paranaense encaixou a terceira vitória consecutiva na Taça Dirceu Krüger ao bater o Operário por 3 a 0, na Arena da Baixada, se aproximando da vaga para as semifinais da competição. Com o resultado, o Rubro-Negro chegou aos nove pontos, La liderança do Grupo A. Já o Fantasma, com quatro pontos, caiu para a quarta colocação.

O Furacão não perdeu tempo e logo aos três minutos abriu o placar com Lucas Halter, que aproveitou cobrança de escanteio para acertar um belo chute e estufar a rede. Marquinho, cobrando falta, ampliou a vantagem. Depois do intervalo, aos 16 minutos, Marquinho aproveitou cruzamento para emendar e fazer o terceiro.

Na próxima rodada, o Athletico enfrenta o Foz do Iguaçu, sábado, na Arena da Baixada. Já o Operário encara o Maringá, domingo, no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.

O jogo - O Furacão criou a primeira chance aos três minutos, em chute de Khellven que Simão colocou para escanteio. Depois da cobrança, Lucas Halter, no meio da área, sozinho, pegou de primeira para afundar a rede e abrir o placar. O fantasma tentou responder, aos seis minutos, em cruzamento fechado que Alisson dentro da pequena área, desviou para fora.

O Operário subiu de produção após tomar o gol e pressionava. Aos 15 minutos, Cleyton cobrou falta e Léo fez a defesa. Aos 23 minutos, foi a vez de Lucas Batatinha aproveitar falha da defesa rubro-negra e chutar para grande defesa de Léo. O Athletico reagiu e, aos 25 minutos, Khellven fez a jogada e rolou para Léo Cittadini carimbar a trave. Mas, aos 26 minutos, Marquinho cobrou falta com perfeição e ampliou a vantagem.

Mais uma bela cobrança de falta, aos 33 minutos, desta vez com Khellven, que colocou na rede pelo lado de fora. Atrás no placar, o Fantasma viu a situação se complicar depois que Léo, aos 36 minutos, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Cruzamento na medida para Lucas Batatinha, aos 40 minutos, e o atacante furou, desperdiçando boa oportunidade.

Para o segundo tempo, as equipes retornaram sem mudanças. Logo no primeiro minutos, Rosseto arriscou chute de primeira, a bola desviou na zaga e morreu nas mãos de Simão. A partida ficou mais truncada, com poucas emoções na Arena. Até que, aos 16 minutos, Vitinho chegou ao fundo e cruzou para Marquinho pegar e primeira e marcar o terceiro belo gol. Com a vantagem o Rubro-Negro diminuiu o ritmo e o fantasma se preocupava em não tomar mais.

O Operário chegava timidamente, como aos 26 minutos, com Índio puxando o contra-ataque para Cleyton finalizar, rasteiro, pela linha de fundo. Aos 33 minutos, Bruno Batata aproveitou cruzamento, mas Léo deixou a meta para interceptar e fazer a defesa. Jogador mais acionado do Fantasma, Batata chutou mais uma de longe, aos 39 minutos, para Léo pegar no cantinho. Ainda deu tempo para um chute na trave, aos 42 minutos, com Clayton.

ATHLETICO 3 X 0 OPERÁRIO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data: 20 de março de 2019, quarta-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Adriano Milczvski

Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva e André Luiz Severo

Cartões amarelos: Léo Cittadini, Bergson, Vitinho, Jaderson e Khellven (Athletico); Léo (Operário)

Cartão vermelho : Léo (Operário)

Gols

ATHLETICO: Lucas Halter, aos 03 minutos e Marquinho, aos 26 minutos do primeiro tempo; Marquinho, aos 16 minutos do segundo tempo

ATHLETICO:Léo; Lucas Halter, José Ivaldo, Paulo André (Eder); Khellven, Rosseto, Léo Cittadini (Erick), Vitinho e Jaderson; Bergson e Marquinho (Matheus Anjos)

Técnico: Rafael Guanaes

OPERÁRIO : Simão; Pedrinho, Alisson, Sosa e Peixoto; Chicão, Rafinha (Jean Carlo), Índio e Lucas Batatinha (Bruno Batata); Robinho (Serginho Paulista) e Cleyton

Técnico: Gerson Gusmão

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade