1 evento ao vivo

Juntos na elite após 5 anos, Ponte Preta e Guarani estreiam no Paulista

18 jan 2019
20h12
atualizado às 20h12
  • separator
  • comentários

Desde a temporada 2013, Ponte Preta e Guarani não disputavam juntos a primeira divisão do Campeonato Paulista. Isso porque o Bugre foi rebaixado nessa temporada e só retornou a elite no último ano, quando conquistou a Série A2 do Estadual. A Macaca, por sua vez, se consolidou como a "quinta força do estado", mesmo com a queda para a segunda divisão nacional em 2017.

Apesar do recente acesso, o Guarani possui ambições semelhantes à da Ponte Preta: a classificação para a fase de mata-mata, uma vez que as duas equipes brigaram pelo acesso na última edição do Campeonato Brasileiro da Série B. Os alvinegros iniciam sua caminhada no Paulista diante do Oeste, no Moisés Lucarelli, às 16h30 (de Brasília), deste sábado. No mesmo dia, mas um pouco mais tarde, às 21h30 (de Brasília), o Guarani visita o Bragantino, no Nabid Abid Chedid.

Em sua 20ª participação na elite Paulista, Ponte estreia diante do Oeste

Repleta de novidades, sendo 15 reforços e um novo comandante, a Ponte Preta estreia diante do Oeste no Campeonato Paulista e terá de buscar a classificação para o mata-mata em um grupo com RB Brasil, Santos e São Caetano.

O treinador Mazola Júnior, contratado pela Macaca para esta temporada, não contará com o elenco completo, já que o zagueiro Henrique Trevisan (ainda não foram inscritos), o volante Mantuan e o lateral-esquerdo Giovanni (ambos no departamento médico) estão fora da partida.

No meio-campo, Matheus Vargas e Matheus Oliveira disputam um lugar na criação. Diante desse cenário, a Ponte Preta deverá entrar em campo com a seguinte escalação: Ivan, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Reginaldo e Diego Renan; Nathan e Edson; Matheus Vargas (Matheus Oliveira), Tiago Real e Gerson Magrão; Thalles.

Confira os inscritos da Ponte Preta para o Paulistão 2019

Ivan elogia recém-chegado Mazola Júnior e sonha com título do Paulista

Vindo do rival Guarani, Matheus Oliveira comentou seu posicionamento na Macaca. "Minha preferência sempre foi ser um meia mesmo, um camisa 10, servir os atacantes, mas os professores com que trabalhei optaram por me colocar na beirada, com liberdade de ir para o meio. Onde couber o Matheus Oliveira quero jogar, no ataque, no meio, na zaga, quero estar entre os 11", disse.

Assim como a Ponte Preta, o Oeste reformulou sua equipe para a disputa da competição. Entre os 17 reforços, os principais ficaram por conta do lateral-direito Cicinho, ex-Palmeiras, e o zagueiro Kanu, ex-Vitória. Apesar das várias mudanças no time, o volante Lídio, um dos remanescentes da Série B, disse que os jogadores então se entrosando no dia a dia.

"Mesmo chegando muita gente nova, o grupo já está bem entrosado e se unindo cada vez mais. Muita gente se conhece de outros clubes e creio que o dia a dia facilita nosso trabalho. Todo mundo é bem tranquilo", disse.

Na estreia de Loss, Guarani busca vencer o Bragantino fora de casa

Depois de uma passagem aquém das expectativas pelo Corinthians, Osmar Loss foi o escolhido para assumir o comando técnico do Guarani, que abre os trabalhos no Campeonato Paulista diante do Bragantino e terá de alcançar ao menos o 2º lugar em uma chave formada por Corinthians, Ferroviária e Mirassol para ir ao mata-mata. O treinador, inclusive, definiu o mistério como palavra de ordem, já que fechou as atividades antecedentes ao duelo e não divulgou as escalações dos jogos-treinos contra Inter de Limeira (empate por 1 a 1) e São Bento (vitória por 2 a 1).

De qualquer forma, a equipe terá ao menos 10 ausências na partida, com destaque para o lateral-direito Léo Príncipe, o zagueiro Thalisson Kelven e o atacante Fernando Viana (ainda não foram inscritos), além do defensor Victor Ramos, que teve seu contrato suspenso temporariamente para resolver problemas pessoais. Assim, o provável Guarani para o duelo tem: Giovanni, Inácio, Diego Giaretta, Ferreira e Lenon; Ricardinho, Fernandes, Felipe Amorim, Carlinhos e Lucas Crispim; Diego Cardoso.

Osmar Loss elogia projeto do Guarani e não vê elenco fechado

Com 22 jogadores, Guarani divulga inscritos para o Campeonato Paulista

Em entrevista à Gazeta Esportiva, Osmar Loss comentou suas ambições no comando do Bugre. "Quero ajudar no desenvolvimento do futebol brasileiro, que acredito ser uma coisa que todos os treinadores deveriam se preocupar. Quero apresentar uma dinâmica melhor de jogo, para que o torcedor venha ao estádio e se sinta satisfeito, muitas vezes independentemente do resultado", afirmou.

Após garantir o retorno à Série B na última temporada, o Bragantino decidiu manter o treinador Marcelo Veiga. A opção da diretoria, que fortaleceu o elenco para a disputa do estadual com algumas contratações pontuais, foi exaltada pelo goleiro Alex Alves.

"A manutenção do treinador, e consequentemente do modo de jogar, é algo que nos favorece. Grande parte dos atletas já se conhece e isso ajuda no entrosamento dentro e fora de campo. Nosso objetivo é fazer uma campanha no mínimo tão boa quanto a da temporada passada e creio que temos boas chances para isso", disse.

Bragantino divulga lista de inscritos no Paulista

Marcelo Veiga prega regularidade e fala de mudança no comportamento

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade