8 eventos ao vivo
Logo do Náutico
Foto: Divulgação

Náutico

Sport e Náutico explicam saída da Liga do Nordeste

3 jul 2017
18h00
atualizado às 18h00
  • separator
  • comentários

Após Sport e Náutico anunciarem que optaram por deixar a Liga do Nordeste, que organiza a Copa do Nordeste, representantes dos dois lados explicaram sua decisão em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira.

Durante a conversa com os jornalistas, Emerson Barbosa, diretor de futebol do Timbu, contou que os valores da premiação não agradam. "Acreditamos que a cota inicial é muito baixa. A competição é rentável, mas o repasse feito aos clubes não é compatível com o que nós representamos. Esse foi o principal fator para o Náutico".

Já o presidente do Leão da Ilha, Arnaldo Barros, destacou que o calendário fica muito recheado com a competição e falou sobre a baixa média de público que a equipe rubro-negra teve em algumas partidas.

"Participamos de cinco competições ao mesmo tempo. Precisamos de um calendário mais racional, caso contrário vai se sempre como neste ano: vários jogadores no Departamento Médico, ficando semanas ou meses fora, sem poder produzir para o clube que o está pagando", afirmou.

"Tivemos vários jogos em Pernambuco com mil, 800 pagantes, o que nunca tinha acontecido. Jogando quarta e domingo toda semana. Até podemos jogar quarta e domingo, mas tem que ser uma exceção. Esse não é o único, mas é um dos motivos para termos jogos com públicos tão baixo. O excesso de jogos muito pouco atrativos acaba fazendo o torcedor ter de escolher: ou vai para um jogo ou vai para outro", completou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade