1 evento ao vivo
Logo do Náutico
Foto: Divulgação

Náutico

Náutico desencanta, mas sofre empate e mantém jejum na Série B

6 jun 2017
22h27
atualizado às 22h27
  • separator
  • comentários

Não foi dessa vez que o Náutico acabou com o jejum de vitórias no Campeonato Brasileiro da Série B. Na noite dessa terça, o Timbu pressionou, dominou e, enfim, marcou seu primeiro gol na competição com Manoel. Mas, em uma de suas poucas chegadas ao ataque, o Oeste conseguiu marcar depois de uma cobrança de escanteio e determinou o empate em 1 a 1 na Arena Pernambuco.

Com isso, depois de cinco rodadas na divisão de acesso à elite do futebol brasileiro, o Náutico soma apenas dois pontos e ocupa a vice-lanterna, à frente apenas do Criciúma, que tem um ponto até agora. Já o Oeste, que saiu no lucro nessa terça, chega a oito pontos e fica na oitava colocação, empatado com América-MG e ABC.

O jogo

A fase pode não ser boa, mas o torcedor do Náutico não pode reclamar da atitude dos jogadores do Timbu. Apesar de aparentemente o Oeste entrar em campo com certo favoritismo por causa da fase que vive na competição, o jogo foi totalmente dominado pelos pernambucanos, que esbarravam mais na própria dificuldade em concluir as jogadas do que na eficiência defensiva do adversário.

O primeiro tempo foi marcado por uma avalanche de chances desperdiçadas pelo alvirrubros. Logo aos sete minutos, Manoel obrigou Rodolfo a fazer a primeira de muitas de suas defesas. Aos 20, Rodrigo Souza viu a bola quicar na sua frente, dentro da área, mas acabou isolando de forma inacreditável. Três minutos depois, novo bate-rebate dentro da área do Oeste e dessa vez foi a vez de Aislan desperdiçar.

No fim da etapa inicial, Erick teve a melhor chance para o Náutico até então. O atacante invadiu a área e bateu cruzado, mas Nirley não chegou a tempo de empurrar a bola para as redes. Dessa forma, apesar do massacre, o Oeste conseguiu ir para o intervalo com o placar zerado.

Veio o segundo tempo e pouca coisa mudou. Surpreendentemente, os paulistas pouco chegavam ao gol de Jefferson, enquanto o Náutico parecia sedento pelo gol. E de tanto insistir, o Náutico enfim balançou as redes. Manoel chegou de trás e, da entra da área, arriscou, de primeira. A bola ainda desviou no meio do caminho e dessa vez só deu para Rodolfo olhar a bola entrando em seu gol.

Na comemoração, muita festa. O tento do prata da casa foi o primeiro do Náutico na atual edição da Série B, por isso, todo o elenco se abraçou para valorizar o momento especial, já que o elenco tem sofrido com muita pressão interna e externa.

Mas, quando a fase não é boa fica difícil explicar algumas coisas. Empolgado, o Náutico seguiu em cima mesmo após abrir o placar e, aos 21, teve uma nova chance para ampliar a vantagem, mas Alison não alcançou a bola. Na sequência do lance, o Oeste, que não chegava ao ataque há tempos, conseguiu um escanteio e empatou a partida. Robert marcou de cabeça.

Inevitavelmente o desânimo se instaurou na Arena Pernambuco, tanto no gramado quanto nas arquibancadas. O Timbu até voltou a esboçar uma nova pressão, mas de novo não teve forças para reagir. Para o Oeste, o ponto conquistado nessa terça foi lucro.

Agora, os pernambucanos visitam o Internacional no Sul do país, sábado, às 16h30, enquanto o Oeste recebe o Luverdense no mesmo dia, mas às 21 horas, na Arena Barueri.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 1 x 1 OESTE

Local: Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata (PE)

Data: 12 de junho de 2017, terça-feira

Horário: 20h30 (Brasília)

Árbitro: Adriano Milczvski (PR)

Assistentes: Luiz H. Souza Santos Renesto (PR) e Diego Grubba Schitkovski (PR)

Cartões amarelos: NÁUTICO: Erick. OESTE: Betinho, Guilherme Romão.

GOLS:

NÁUTICO: Manoel, aos 19 minutos do 2T.

OESTE: Robert, aos 24 minutos do 2T.

NÁUTICO: Jefferson; David, Nirley, Aislan e Manoel; Darlan (Jefferson Renan), Amaral e Rodrigo Souza; Erick, Jefferson Nem e Gerônimo (Willian Silva)

Técnico: Waldemar Lemos

OESTE: Rodolfo, Willian Cordeiro, Joílson, Leandro Amaro e Guilherme Romão; Betinho, Luiz Gustavo (Velicka), Júlio César, Mazinho (Raphael Luz) e Danielzinho (Erick); Robert

Técnico: Julinho Camargo

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade