PUBLICIDADE

Zarco bate Quartararo e crava pole na Alemanha, depois cai. Marc Márquez é 5º

Johann Zarco interrompeu a sequência de poles de Fabio Quartararo na temporada 2021 da MotoGP e larga na frente no GP da Alemanha. Marc Márquez voltou a andar bem, mas ficou na segunda fila do grid, na quinta colocação

19 jun 2021 10h05
| atualizado às 10h29
ver comentários
Publicidade
Johann Zarco fez o melhor tempo na classificação em Sachsenring
Johann Zarco fez o melhor tempo na classificação em Sachsenring
Foto: Divulgação/MotoGP / Grande Prêmio

Johann Zarco finalmente destronou Fabio Quartararo da sequência de pole-position consecutivas na MotoGP em 2021. O francês achou grande volta, com 1min20s236, e vai sair na primeira posição do GP da Alemanha, em Sachsenring. Depois do giro, porém, o piloto da Pramac caiu e não conseguiu uma última tentativa.

Quartararo, o líder do campeonato, ficou na segunda posição, apenas 0s011 atrás do compatriota. Aleix Espargaró supreendeu com a Aprilia e fecha a primeira fila do grid na Alemanha.

FATOS E CURIOSIDADES

Johann Zarco fez a pole, mas depois caiu e nem deu a última volta
Johann Zarco fez a pole, mas depois caiu e nem deu a última volta
Foto: Divulgação/MotoGP / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Jack Miller ficou em quinto, seguido por Marc Márquez, Miguel Oliveira, Jorge Martín, Pol Espargaró, Takaaki Nakagami e Francesco Bagnaia fechando o top-10. Álex Rins e Álex Márquez completam a lista de pilotos que participaram do Q2.

A largada do GP da Alemanha de MotoGP, oitava etapa da temporada 2021, está marcada para as 9h (de Brasília). Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Zarco lidera 1-2 da França com Quartararo no treino 4 em Sachsenring

Com o sol brilhando no leste da Alemanha, a MotoGP encontrou um dia de calor na hora da classificação em Sachsenring. Na hora do último treino livre, a temperatura estava em 31°C, com o asfalto alcançando 50°C. A umidade era de 47%, com o vento soprando a 10 km/h.

Miguel Oliveira foi o primeiro a ocupar a liderança no TL4, seguido por Álex Márquez, Iker Lecuona e Brad Binder. Logo em seguida, Quartararo assumiu a ponta com 1min21s590, mas levou o troco instantes mais tarde, com o português virando 0s036 mais rápido.

Fabio respondeu à altura e, com 1min21s480, retomou a ponta. Miller era o terceiro, seguido por Álex e Marc Márquez, Joan Mir e Pol Espargaró.

Ainda no início da sessão, Jack Miller teve problemas com a Desmosedici e saiu da pista na curva 1. O australiano, que tinha o terceiro tempo, pegou a via de serviço e voltou aos boxes em busca de uma solução.

Enquanto isso, Aleix Espargaró baixou para 1min22s130 e saltou para a oitava colocação, 0s650 atrás de Quartararo, que seguia na liderança. O piloto da Aprilia conseguiu outra boa volta e avançou para quarto.

Na décima volta nesta tarde em Sachsenring, Pol Espargaró baixou para 1min21s912 para ocupar o sétimo lugar, só 0s073 mais lento que o companheiro de Honda.

Faltando pouco menos de oito minutos para o fim da sessão, Álex Márquez caiu na curva 1. O espanhol não teve lesões maiores, levantou de imediato e saiu correndo para voltar aos boxes da LCR.

Já na reta final da sessão, Johann Zarco foi a 1min21s397 e assumiu a liderança do treino, 0s083 melhor que Quartararo. Oliveira caiu para terceiro, seguido por Miller e Marc Márquez.

Neste sábado, Pol Espargaró está usando uma bota diferente, com proteção de calor, por conta do escapamento da RC213V. Parece um pouco que ele embrulhou o pé com papel alumínio!

Com o fim dos 30 minutos, Zarco ficou com a liderança, à frente de Quartararo, Oliveira, Miller, Marc Márquez, Aleix Espargaró, Álex Márquez, Pol Espargaró, Joan Mir e Franco Morbidelli. Maverick Viñales acabou em 12º, seguido por Takaaki Nakagami, Valentino Rossi e Álex Rins.

Rins e Pol Espargaró vão ao Q2. Viñales larga em penúltimo

A primeira fase da classificação teve o início adiado por causa de uma queda de energia em alguns dos boxes em Sachsenring. De acordo com o streaming espanhol DAZN, a Honda era uma das afetadas.

Álex Rins começou o Q1 na ponta, seguido por Lorenzo Savadori. Mesmo sem conseguir melhorar, o espanhol se manteve na liderança no giro seguinte, com Pol Espargaró aparecendo 0s007 atrás. Por 0s155, Brad Binder era o primeiro na zona da degola.

Quando chegou a hora da primeira rodada de pit-stops, Rins e Pol Espargaró seguiam na ponta, mas nomes como Joan Mir, Franco Morbidelli, Maverick Viñales e Valentino Rossi estavam longe de avançar à fase seguinte.

Com cerca de seis minutos para o fim, Lorenzo Savadori sofreu um queda na curva 12, mas apesar de ter rolado pela brita, mas aparentou nenhuma lesão mais séria e saiu da pista caminhando.

Mesmo com a bandeira amarela causada pelo acidente com o piloto da Aprilia, Joan Mir conseguiu avançar para a segunda colocação, 0s059 atrás do companheiro de equipe.

Luca Marini saltou para o quarto posto, com Pol surgindo na sequência para cravar 1min20s700 e pular para a liderança, 0s084 melhor que Rins. Assim, Mir passou a encabeçar a lista de eliminados na primeira fase.

Álex, então, tratou de responder ao avanço do rival, foi em 1min20s644 e recuperou a ponta. Mais atrás, Valentino Rossi, que vinha no vácuo de Viñales, avançou para a quarta colocação, aproveitando o cancelamento da volta de Mir por violar bandeira amarela.

Marini passou para terceiro, mas logo foi superado por um Binder 0s128 melhor. Ênea Bastianini vinha agora em quinto.

Com poucos segundos ainda no cronômetro, foi Morbidelli quem caiu. O ítalo-brasileiro caiu na última curva quando vinha baixando as parciais de Sachsenring.

Assim, Rins e Pol Espargaró passam para o Q2, enquanto Binder fica em 13º, à frente de Marini, Bastianini, Rossi, Mir, Morbidelli, Danilo Petrucci e Iker Lecuona. 0s521 mais lento que Rins, Maverick Viñales vai amargar apenas a penúltima posição do grid, à frente apenas de Lorenzo Savadori.

Zarco põe Ducati na pole em Sachsenring após jejum de 13 anos

Marc Márquez foi o primeiro a ocupar a pole provisória, 0s137 à frente de Aleix Espargaró. Pouco depois, enquanto Quartararo teve a primeira volta cancelada por exceder os limites de pista, Jorge Martín pulou para segundo, 0s050 atrás o espanhol da Honda.

Na segunda volta lançada, Quartararo foi a 1min20s437 para se instalar na primeira posição, 0s130 mais rápido que Márquez. Martín, Aleix, Bagnaia e Oliveira completavam o top-6.

Enquanto a maioria dos pilotos estava nos boxes, Miller aproveitou para anotar 1min20s508 e saltar para a segunda colocação, reduzindo a vantagem de Quartararo para 0s071.

Johann Zarco caiu logo depois de cravar o melhor tempo
Johann Zarco caiu logo depois de cravar o melhor tempo
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

Fora da primeira metade do Q1, Pol Espargaró tentou aproveitar o vácuo de Quartararo, mas o francês acabou possesso, já que encontrou tráfego pela frente. Para piorar, a MotoGP viveu dias de Moto3, com vários pilotos esperando a passagem de alguém mais rápido.

Com cerca de dois minutos para o fim, Quartararo melhorou para 1min20s247, mas quase que de imediato foi superado por um Zarco 0s011 mais rápido. Aleix Espargaró era o terceiro.

Tentando melhorar mais um pouco, Zarco levou um tombo forte na curva 4, mas escapou de ferimentos maiores, já que o air-fence amorteceu o impacto. A proteção inflável resistiu ao choque, o que evitou a bandeira vermelha, mas a bandeira amarela acabou por impedir a melhora dos demais.

Em uma estratégia de duas paradas, Miller conseguiu abrir uma boa volta já com o cronômetro zerado. O australiano foi muito bem na primeira metade da pista, mas perdeu no trecho final e não conseguiu melhorar de quarto.

MotoGP 2021, GP da Alemanha, Sachsenring, Classificação:

1 J ZARCO Pramac Ducati 1:20.236  
2 F QUARTARARO Yamaha 1:20.247 +0.011
3 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 1:20.447 +0.211
4 J MILLER Ducati 1:20.508 +0.272
5 M MÁRQUEZ Honda 1:20.567 +0.331
6 M OLIVEIRA KTM 1:20.589 +0.353
7 J MARTÍN Pramac Ducati 1:20.617 +0.381
8 P ESPARGARÓ Honda 1:20.659 +0.423
9 T NAKAGAMI LCR Honda 1:20.810 +0.574
10 F BAGNAIA Ducati 1:20.811 +0.575
11 A RINS Suzuki 1:20.949 +0.713
12 A MÁRQUEZ LCR Honda 1:21.135 +0.899
13 B BINDER KTM 1:20.736 +0.500
14 L MARINI Avintia VR46 Ducati 1:20.864 +0.628
15 E BASTIANINI Avintia Ducati 1:20.953 +0.717
16 V ROSSI SRT Yamaha 1:20.972 +0.736
17 J MIR Suzuki 1:21.014 +0.778
18 F MORBIDELLI SRT Yamaha 1:21.091 +0.855
19 D PETRUCCI Tech3 KTM 1:21.137 +0.901
20 I LECUONA Tech3 KTM 1:21.154 +0.918
21 M VIÑALES Yamaha 1:21.165 +0.929
22 L SAVADORI Aprilia Gresini 1:21.411 +1.175
Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade