PUBLICIDADE

Motociclismo

Yamaha vê evolução no rumo certo e promete versão final do motor para teste de Sepang

Diretor da Yamaha, Lin Jarvis avaliou que o desenvolvimento segue no rumo certo e que a versão final do propulsor de 2023 será apresentado no teste agendado para a Malásia para 9 de fevereiro

14 dez 2022 - 10h01
Compartilhar
Exibir comentários
Yamaha vai apresentar versão final do motor de 2023 no teste de Sepang
Yamaha vai apresentar versão final do motor de 2023 no teste de Sepang
Foto: Divulgação/MotoGP / Grande Prêmio

Diretor da Yamaha, Lin Jarvis afirmou que a versão final do motor da YZR-M1 de 2023 será entregue no teste coletivo da Malásia, agendado para o dia 9 de fevereiro. A atividade em Sepang marca o início da pré-temporada da MotoGP.

Em 2022, o motor foi o calcanhar de Aquiles da Yamaha. E, especialmente, um ponto fraco na comparação com a Ducati. Para 2023, a busca da equipe japonesa é ganhar em aceleração e velocidade máxima para permitir que Fabio Quartararo e Franco Morbidelli se defendam da concorrência nas retas e não percam toda a vantagem que conseguirem criar nas curvas, aproveitando a agilidade característica da M1.

Yamaha tenta reforçar o motor para ser mais competitiva em 2023
Yamaha tenta reforçar o motor para ser mais competitiva em 2023
Foto: Yamaha / Grande Prêmio

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Nos primeiros testes com o novo motor, os pilotos foram bastante positivos, mas, em Valência, o balanço não foi bom, já que Fabio considerou que o motor era o mesmo com o que correu no GP da Comunidade Valenciana, última prova do ano.

Piloto de testes da marca, Cal Crutchlow também tinha apontado ganhos em termos de velocidade máxima com o novo motor, mas considera que outros problemas surgiram em consequência. O britânico acredita que a Yamaha precisa recuperar a doçura que sempre foi característica da YZR-M1.

Jarvis, porém, segue tranquilo, uma vez que entende que o desenvolvimento da Yamaha ocorre no caminho certo.

"Fizemos um teste depois de Misano [em setembro], Fabio e Frankie rodaram com a nova especificação e ficaram bem entusiasmados", recordou Jarvis em entrevista ao site britânico Crash.net. "Nunca sabemos o que nossos competidores vão fazer, mas acho que nosso desenvolvimento está, definitivamente, na direção certa", avaliou.

Jarvis não se mostrou preocupados com os problemas encontrados no circuito Ricardo Tormo, já que a Yamaha acredita que trata-se de algo pontual.

"A geração final do motor do próximo ano vai chegar em Sepang", anunciou. "Então ainda temos três ou quatro meses para seguir desenvolvendo e aperfeiçoando o motor", encerrou.

Depois de Sepang, a classe rainha volta a testar em 10 de março, em Portimão, antes de abrir a temporada com o GP de Portugal, agendado para o dia 26 de março.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Compartilhar
Publicidade
Publicidade