PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Motociclismo

Yamaha assina com Álex Rins para MotoGP 2024

3 ago 2023 - 07h36
Compartilhar
Exibir comentários

A Yamaha anunciou a contratação do espanhol Álex Rins para a temporada 2024 da MotoGP momentos depois de emitir um comunicado confirmando a saída do italiano Franco Morbidelli ao final deste ano.

Esta é a primeira grande bomba do mercado de transferências da MotoGP 2024. Dessa forma, no próximo campeonato Rins se juntará ao francês Fabio Quartararo para defenderem as cores da Monster Energy Yamaha MotoGP Team, nessa que será a sua oitava temporada na categoria rainha e a 13ª no Campeonato do Mundo.

Depois de passar 6 anos nas fileiras da Suzuki, marca pela qual conquistou cinco vitórias - mais do que qualquer outro piloto na era MotoGP - e 17 pódios, o adeus da fábrica de Hamamatsu obrigou o piloto a procurar uma saída.

Foto: Motociclismo Online / Motociclismo Online

Mais detalhes desta movimentação da Yamaha

Apesar de ter conseguido uma vitória impressionante em Austin, sendo a única da Honda desde sua assinatura por dois anos com o time satélite da marca, o espanhol de 27 anos aceitou a oferta da Yamaha para ser piloto oficial.

Foto: Motociclismo Online / Motociclismo Online

Com esta contratação, o catalão terá a oportunidade de se tornar no primeiro piloto capaz de vencer na era MotoGP com três marcas diferentes. Isso se Jack Miller ou Maverick Viñales não conseguirem antes, pois ainda poderão realizar essa proeza em 2023.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!

Yamaha assina com Álex Rins para o MotoGP 2024
Yamaha assina com Álex Rins para o MotoGP 2024
Foto: Motociclismo Online / Motociclismo Online

Atualmente, Rins está vivendo altos e baixos após fraturar a tíbia e a fíbula no GP da Itália, o que o levou a passar por duas cirurgias. Para o GP da Inglaterra deste fim de semana, ele será substituído por Iker Lecuona, cujo nome ganha força para ser seu substituto em 2024 nas fileiras da LCR Honda.

Já Morbidelii, por sua vez, chegou a ter seu nome especulado nos times satélites da Ducati, porém segue com futuro indefinido na MotoGP.

Motociclismo Online
Compartilhar
Publicidade
Publicidade