4 eventos ao vivo

Viñales põe pontos fracos para escanteio e foca em melhorar "DNA da Yamaha"

O espanhol considerou que não tem tido resultados na tentativa de melhorar os pontos fracos da YZR-M1, então é melhor focar em fortalecer as partes boas da moto

20 out 2020
09h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Maverick Viñales tem 12 pontos de atraso para o líder da MotoGP
Maverick Viñales tem 12 pontos de atraso para o líder da MotoGP
Foto: Yamaha / Grande Prêmio

Maverick Viñales reconheceu que tentar melhorar os pontos fracos da Yamaha tem sido um trabalho infrutífero. O espanhol decidiu, então, que é melhor tentar fortalecer aquilo que a YZR-M1 já tem de bom.

No fim de semana no MotorLand, a Yamaha foi dominante nos treinos, mas na corrida acabou atrás de Suzuki e Honda. Terceiro colocado na classificação da MotoGP, Viñales liderou as primeiras voltas do GP de Aragão, mas acabou caindo para a quarta colocação, atrás de Álex Rins, Álex Márquez e Joan Mir.

Maverick Viñales quer melhorar a dianteira da M1
Maverick Viñales quer melhorar a dianteira da M1
Foto: Yamaha / Grande Prêmio

"Entendemos que não vamos tornar mais fortes os nossos pontos fracos, mas podemos reforçar nossos pontos fortes", disse Viñales. "Então vamos trabalhar na linha que a Yamaha gosta e ver se nas próximas corridas podemos começar na ponta mais uma vez, forçar e ter um ritmo mais forte", seguiu.

"Parece que toda vez que tentamos melhorar um ponto fraco, não fazemos uma boa corrida. Então precisamos focar no DNA da Yamaha. Vamos tentar tornar os pontos fortes mais fortes, que são a velocidade de curva e a estabilidade da dianteira", apontou.

O espanhol explicou que precisa trabalhar com a dianteira da moto para poder usar a velocidade de curva para melhorar o desempenho.

"Precisamos trabalhar um pouco mais com a dianteira para me dar um pouco mais de confiança para que eu possa carregar velocidade de curva", apontou. "É a única maneira de sermos mais rápidos. Podemos nos concentrar em encontrar mais aderência na traseira. Não fizemos isso nos últimos três anos, então vamos nos concentrar na dianteira, tentar ser mais rápido, ganhar mais velocidade de curva e ver se os tempos de volta são melhores ou não", continuou.

"Em uma volta, a moto já é fantástica, mas precisamos melhorar, pois os rivais melhoraram", completou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade