0

Suzuki põe título de lado e vê primeira vitória de Mir na MotoGP como "principal meta"

Davide Brivio admitiu que também não esperava estar na liderança do campeonato em 2020. Dirigente ressaltou a importância de estar no pódio da MotoGP com frequência

22 out 2020
09h56
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Joan Mir assumiu a liderança do Mundial em Aragão
Joan Mir assumiu a liderança do Mundial em Aragão
Foto: Suzuki / Grande Prêmio

Chefe da Suzuki, Davide Brivio colocou a primeira vitória de Joan Mir como principal meta para a temporada 2020 da MotoGP. Apesar de o campeonato estar já na reta final, o dirigente garante que a equipe japonesa não está pensando no título da MotoGP.

Na semana passada, Mir virou o jogo para cima de Fabio Quartararo no GP de Aragão e tomou a liderança da MotoGP por seis pontos de vantagem. Ao contrário do francês, que já venceu três vezes no ano, Joan segue em busca do primeiro triunfo.

Restando apenas quatro corridas para o encerramento da temporada 2020, o dirigente lembrou que tanto Mir quando Álex Rins começaram o ano com um abandono, mas conseguiram melhorar a situação na tabela com base na constância.

Joan Mir segue em busca da primeira vitória na MotoGP
Joan Mir segue em busca da primeira vitória na MotoGP
Foto: Suzuki / Grande Prêmio
Inscreva-se no canal e seja membro do GRANDE PRÊMIO no YouTube

Siga o GRANDE PRÊMIO no Twitter, no Instagram e no Facebook

"Realmente, não esperávamos estar nesta posição de liderar o campeonato. Não é só uma temporada estranha, mas um ano estranho no geral, e vimos como a situação muda corrida a corrida, com muitos pilotos competitivos", disse Brivio. "Temos de levar em conta que nem Álex e nem Joan terminaram a primeira corrida [em Jerez] e, desde então, fomos melhorando nosso rendimento e agora estamos aqui: Álex venceu uma corrida e Joan lidera o campeonato", seguiu.

"É um grande momento para nós e queremos apenas continuar assim. Vamos jogar todas nossas cartas até o final", garantiu.

Na visão de Brivio, a chave para o restante do campeonato é manter o mesmo nível de performance, frequentando assiduamente o top-3.

"É claro que consistência é sempre a primeira coisa de que você precisa. E isso é algo que Mir fez muito bem: nas últimas cinco ou seis corridas, provavelmente ele foi o piloto que mais pontos conseguiu. São cinco pódios até agora e é por isso que estamos liderando o campeonato", ponderou. "É isso que temos de tentar fazer, seguir no pódio o máximo que pudermos e somar o máximo de pontos possível. Esta é a chave", frisou.

Por fim, apesar da boa posição na tabela, Davide destacou que a meta da Suzuki é ver Mir no topo do pódio pela primeira vez.

"Estamos nos aproximando do final da temporada, mas até agora, nunca pensamos realmente no campeonato. O objetivo de Joan é, antes de mais nada, ganhar a corrida. E esse é também o nosso objetivo: conseguir essa primeira vitória na MotoGP. Essa é a nossa principal meta, além de subir no pódio com a maior frequência possível", encerrou.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Teruel, 12ª etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:

Veja também:

Lembre os jogos que o São Paulo está sem perder no Brasileirão
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade