PUBLICIDADE

SRT diz que vai confirmar pilotos para 2022 após rodada dupla da MotoGP na Áustria

A SRT é a equipe que mais segue indefinida para 2022. A equipe pode perder Franco Morbidelli para a Yamaha e ainda não sabe se vai contar com Valentino Rossi para mais uma temporada. Anúncio oficial, porém, só em agosto

15 jul 2021 08h36
ver comentários
Publicidade
Valentino Rossi é um dos pilotos da SRT em 2021
Valentino Rossi é um dos pilotos da SRT em 2021
Foto: Divulgação/MotoGP / Grande Prêmio

A SRT vive momentos de indefinição e ainda não possui uma dupla de pilotos para a próxima temporada. Mesmo que Franco Morbidelli tenha contrato com a equipe, o ítalo-brasileiro é cotado para assumir a vaga deixada por Maverick Viñales para 2022. Valentino Rossi, por outro lado, ainda não definiu se vai seguir na MotoGP ou se aposentar. As respostas, porém, ainda vão demorar um mês.

Razlan Razali, chefe da SRT, admitiu que a dupla de pilotos da equipe para 2022 só será anunciada após a rodada dupla do Mundial de Motovelocidade na Áustria, em agosto.

"É importante relembrar que ainda estamos esperando ouvir o Valentino e a Yamaha sobre o próximo ano. De qualquer jeito, é normal nesta época do ano. Há uma discussão intensa entre a Yamaha, nós e nossos pilotos, então não estamos com pressa para anunciar nada", disse Razali.

Franco Morbidelli é um dos mais cotados para assumir posto de Maverick Viñales na Yamaha (Foto: SRT)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

"Recebemos interesse de vários pilotos, inclusive de fora da MotoGP, em se juntarem à nossa equipe. Acreditamos que temos tempo e estamos em posição onde há o luxo de escolher. Todo mundo sabe o que a Yamaha pode entregar e quais jovens pilotos podem fazer parte do time. Não vai acontecer nenhum anúncio até depois das próximas duas corridas", completou.

Até lá, Franco Morbidelli já deve estar de volta às pistas depois de operar o joelho antes do GP da Holanda. Rossi, por outro lado, confessou que pretende definir os rumos da carreira logo após as férias de verão da categoria.

"Esta temporada tem sido muito complicada para nós na MotoGP, especialmente após bons resultados nos primeiros dois anos na categoria, incluindo o vice de Franco Morbidelli em 2020. A temporada 2021 não foi exatamente o que esperávamos", pontuou o dirigente.

Valentino Rossi vai seguir na MotoGP ou se aposentar? (Foto: SRT)

"Franco encontrou alguns problemas na moto nas primeiras etapas, mas voltou com força e conseguiu o primeiro pódio para a equipe no ano em Jerez. Infelizmente, ele estava sofrendo com o problema no joelho e se agravou, levando a uma cirurgia. Isso não impede nossas aspirações para o resto da temporada, mas esperamos que ele volte com força", completou.

A má fase de Valentino Rossi também foi citada por Razali. "Vimos um bom ritmo de classificação na abertura da temporada e algumas melhorias em corridas recentes, mas sabemos que tem sido difícil. Vamos continuar apoiando e isso é tudo que podemos fazer na segunda metade do ano", finalizou.

A MotoGP está de férias por cinco semanas e volta a correr apenas no dia 8 de agosto, no Red Bull Ring, para o GP da Estíria. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade