PUBLICIDADE

Salac é pole da Moto3 em classificação com punição a Binder. Acosta é 13º na Alemanha

Filip Salac surpreendeu e conquistou a primeira pole-position da carreira e vai largar na frente no GP da Alemanha de Moto3, com Dennis Foggia e Tatsuki Suzuki fechando a primeira fila. Pedro Acosta ficou em 13º, mas a sessão ficou marcada pela punição a Darryn Binder durante o Q2

19 jun 2021 08h23
| atualizado às 08h41
ver comentários
Publicidade
Filip Salac fez a pole para o GP da Alemanha
Filip Salac fez a pole para o GP da Alemanha
Foto: Snipers / Grande Prêmio

A Moto3 abriu a sequência de classificações em Sachsenring e mostrou, mais uma vez, ser uma caixinha de surpresas. Filip Salac acertou uma grande volta no Q2, com 1min26s913 e fez a pole-position para o GP da Alemanha, a primeira da carreira.

Dennis Foggia voltou a andar bem e ficou com a segunda posição, a 0s183 atrás do pole. Tatsuki Suzuki fecha a primeira fila do grid em Sachsenring.

John McPhee ficou em quarto, seguido por Keito Toba, Lorenzo Fellon, Niccolò Antonelli, Romano Fenati e Stefano Nepa. Andrea Migno é quem fecha o top-10 na Alemanha.

FATOS E CURIOSIDADES

Filip Salac conquistou a primeira pole da carreira na Moto3
Filip Salac conquistou a primeira pole da carreira na Moto3
Foto: Snipers / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Líder do campeonato, Pedro Acosta não passou da 13ª posição no grid, a 0s993 atrás de Salac. O Q2 ainda viu a desclassificação de Darryn Binder por pilotagem irresponsável na primeira parte do treino classificatório em Sachsenring.

Ayumu Sasaki foi barrado pelos médicos para a corrida deste fim de semana na esteira do forte acidente que sofreu na volta final do GP da Catalunha. O piloto da Tech3 foi diagnosticado com uma forte concussão e, por isso, precisa de mais alguns dias de descanso.

A largada do GP da Alemanha de Moto3, oitava etapa da temporada 2021, está marcada para as 6h (de Brasília). Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Binder cai, mas avança ao Q2 à frente de Öncü, Masià e Kunii

A previsão até falava em pancadas de chuva, mas a Moto3 encontrou sol e temperaturas elevadas para a primeira fase da classificação em Sachsenring. Antes de o cronômetro passar a contar os 15 minutos do Q1, os termômetros mediam 31°C, com o asfalto batendo a marca de 48°C. A umidade do ar era de 44%, com a velocidade do vento chegando a 13 km/h.

Gabriel Rodrigo abriu a fase inicial da classificação na liderança, 0s062 melhor que Jaume Masià, o segundo colocado. No giro seguinte, Darryn Binder assumiu o comando, abrindo 0s103 de margem para Masià, que se manteve em segundo. Yuki Kunii subiu para terceiro, à frente de Rodrigo. Por 0s018, Jeremy Alcoba era o primeiro abaixo da linha de corte para o Q2.

Os pilotos partiram para a rodada de pit-stops nas mesmas posições: Binder, Masià, Rodrigo e Kunii provisoriamente aprovados para o Q2, com Alcoba, Ryusei Yamanaka e Deniz Öncü vindo logo atrás.

Na hora de voltar para a pista, Binder foi quem mais tardou, saindo dos boxes apenas com 1min40s ainda no cronômetro. O sul-africano, porém, caiu na saída da curva 1 após um toque com Joel Kelso. Apesar do susto, o irmão de Brad pegou a moto e tratou de voltar rapidamente aos boxes, onde a equipe de John McPhee se juntou aos companheiros de SRT para tentar reparar os danos na Honda #40.

Gabriel Rodrigo, por outro lado, saiu da pista quando vinha melhorando o tempo de volta e acabou 'expulso' do top-4 quando Öncü e Kunii melhoraram.

Com o cronômetro zerado, Binder garantiu a aprovação ao Q2, 0s035 melhor que Öncü, o segundo colocado. Masià e Kunii também vão à fase seguinte, ao passo que Rodrigo terá de se contentar com a 19ª colocação no grid. Alcoba larga em 20º, diante de Yamanaka, Riccardo Rossi, Adrián Fernández, Kelso, Elia Bartolini e Andi Farid Izdihar.

Salac crava primeira pole no Mundial de Moto3

A fase decisiva da classificação começou com uma bandeira preta para Binder, um resultado da investigação da direção de prova sobre o incidente da primeira fase da sessão. Os comissários consideraram que ele pilotou de maneira irresponsável na hora de sair dos boxes.

Deniz Öncu não teve um início de sessão muito melhor, já que caiu na curva 9. O lado bom é que o turco não sofreu lesões mais sérias.

Com 1min27s597, Romano Fenati começou o treino na pole provisória, mas a posição logo foi ocupada por Filip Salac, com Dennis Foggia e Kaito Toba também passando o piloto da equipe de Max Biaggi.

Passados os pit-stops, Tatsuki Suzuki avançou para a terceira colocação, 0s214 atrás de Salac. Na curva 8, Kaito Toba caiu e pareceu ter se machucado.

Com o cronômetro zerado, ninguém conseguiu superar Salac, que vai largar na pole pela primeira vez na carreira no Mundial de Motovelocidade.

Moto3 2021, GP da Alemanha, Sachsenring, Classificação:

1 F SALAC Snipers Honda 1:26.913  
2 D FOGGIA Leopard Honda 1:27.096 +0.183
3 T SUZUKI SIC58 Honda 1:27.127 +0.214
4 J MCPHEE SIC Honda 1:27.228 +0.315
5 K TOBA CIP KTM 1:27.350 +0.437
6 L FELLON SIC58 Honda 1:27.392 +0.479
7 N ANTONELLI Avintia KTM 1:27.398 +0.485
8 R FENATI MAX Husqvarna 1:27.475 +0.562
9 S NEPA Aspar KTM 1:27.522 +0.609
10 A MIGNO Snipers Honda 1:27.629 +0.716
11 D ÖNCÜ Tech3 KTM 1:27.693 +0.780
12 I GUEVARA Aspar KTM 1:27.899 +0.986
13 P ACOSTA Red Bull KTM Ajo 1:27.906 +0.993
14 S GARCIA Aspar KTM 1:27.919 +1.006
15 X ARTIGAS Leopard Honda 1:27.995 +1.082
16 Y KUNII Asia Honda 1:28.365 +1.452
17 J MASIÀ Leopard Honda 1:28.393 +1.480
18 D BINDER SIC Honda  
19 G RODRIGO Gresini Honda 1:28.051 +1.138
20 J ALCOBA Gresini Honda 1:28.178 +1.265
21 R YAMANAKA Prüstel KTM 1:28.183 +1.270
22 R ROSSI RBA KTM 1:28.439 +1.526
23 A FERNÁNDEZ MAX Husqvarna 1:28.523 +1.610
24 J KELSO CIP KTM 1:28.713 +1.800
25 E BARTOLINI Avintia KTM 1:28.756 +1.843
26 A FARID IZDIHAR Asia Honda 1:29.041 +2.128
Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade