PUBLICIDADE

Quartararo diz que quase caiu em perseguição a Bagnaia: "Pensei pouco no campeonato"

Fabio Quartararo fez uma caçada intensa contra Francesco Bagnaia nas voltas finais do GP de San Marino, mas terminou mesmo em segundo. No fim, celebrou os poucos pontos perdidos em Misano na briga pelo título

19 set 2021 14h39
ver comentários
Publicidade
Francesco Bagnaia e Fabio Quartararo travaram intenso duelo em Misano
Francesco Bagnaia e Fabio Quartararo travaram intenso duelo em Misano
Foto: AFP / Grande Prêmio

Fabio Quartararo sentiu o gostinho da vitória em Misano, mas se contentou com o segundo lugar no GP de San Marino, mesmo pressionando Francesco Bagnaia, seu rival na briga pelo título, nas voltas finais da prova. Com o resultado, a vantagem do francês no campeonato caiu para 48 pontos — com mais 100 em jogo.

Após a corrida, Quartararo minimizou a perda de pontos em Misano. Depois da classificação, lamentou encarar a força da Ducati, mas o bom rendimento dos pneus fez a diferença na prova.

"No começo, as Ducati me passavam pela esquerda e pela direita. Eu atacava como se fosse a primeira volta. Nos faltava potência, principalmente para ultrapassar o [Jack] Miller. Passei por onde deu, meu ritmo foi o melhor apesar do início. É um prazer brigar até o fim", disse o piloto da Yamaha à emissora DAZN.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Francesco Bagnaia e Fabio Quartararo foram os dois primeiros no pódio em Misano (Foto: AFP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

"Nesta corrida, pensei pouco no campeonato, mas em vencer. Dei o máximo para ganhar, mas não foi o suficiente. Por andar tanto no limite para alcançar o Pecco [Bagnaia], quase caí três ou quatro vezes. Perder cinco pontos foi genial", analisou.

A MotoGP retorna a Misano ainda este ano, mas primeiro vai passar por Austin, nos Estados Unidos, onde a Yamaha ainda não conseguiu vencer. No circuito texano, só Marc Márquez e Álex Rins venceram até hoje.

"Espero que o Marc ganhe em Austin. É um circuito que vamos há muito tempo, mas não possuo boas recordações", finalizou.

A MotoGP volta às pistas no próximo dia 3 de outubro para o GP das Américas, em Austin, no Texas. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade