PUBLICIDADE

Mir avalia que pacote da Suzuki "talvez não seja suficiente para lutar pelo título"

Campeão vigente cobrou melhora na GSX-RR para poder defender o título, especialmente no que diz respeito ao dispositivo holeshot na dianteira da moto

30 jun 2021 10h38
ver comentários
Publicidade
Joan Mir tem a quarta colocação no Mundial
Joan Mir tem a quarta colocação no Mundial
Foto: Suzuki / Grande Prêmio

Joan Mir acredita que o pacote atual da Suzuki talvez não seja o bastante para defender o título da MotoGP. O espanhol saiu de férias pressionando a marca japonesa pela melhora da GSX-RR, especialmente no que diz respeito a introdução do dispositivo holeshot na dianteira.

Campeão vigente, Mir hoje tem a quarta colocação na classificação da MotoGP, mas sustenta 55 pontos de atraso para Fabio Quartararo, o líder do Mundial de Pilotos.

Joan Mir quer mais da Suzuki na segunda metade de 2021
Joan Mir quer mais da Suzuki na segunda metade de 2021
Foto: Suzuki / Grande Prêmio

ANÁLISE

Assim como aconteceu muitas vezes no ano passado, a classificação tem sido o ponto o fraco de Joan. Nas nove corridas disputadas até aqui, a melhor posição no grid conquistado pelo espanhol foram os nonos dos GPs de Doha, Portugal e Itália. Na corrida, porém, o desempenho é melhor: são seis top-5.

Ainda assim, Mir entende que é preciso melhorar. Na visão do espanhol, a Suzuki precisa incorporar o dispositivo holeshot ― que baixa a altura da moto ― também na dianteira, já que a marca nipônica é a única que ainda não conta com esse recurso.

"Primeiro, precisamos trabalhar no dispositivo, porque têm muitas pistas em que o dispositivo pode fazer a diferença", disse Mir. "Essa é a primeira cosa que devemos fazer. Aí temos de trabalhar um pouco nos detalhes da moto que sempre fazem a diferença", seguiu.

"Mas, da minha parte, preciso continuar a entender, nós temos de entender como equipe, o que precisamos fazer para sermos mais fortes na classificação para fazer um bom tempo de volta", ponderou. "Sou sempre capaz de fazer um ritmo que não é muito distante da volta que faço na classificação ― quase forçando que nem um animal", apontou.

Terceiro colocado no GP da Holanda, Mir avaliou que o pacote atual da Suzuki talvez não seja suficiente para obter sucesso na defesa do título.

"Com este pacote, provavelmente não é o suficiente para lutar pelo título, então devemos trabalhar nisso, trabalhar na moto, trabalhar em mim, e sempre melhorar mais", completou.

A MotoGP está de férias por cinco semanas e volta a correr apenas no dia 8 de agosto, no Red Bull Ring, para o GP da Estíria. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

ASSISTA TAMBÉM

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade